domingo, 29 de novembro de 2015

Zoo - James Patterson e Michael Ledwidge

Olá povo lindo, tudo bem com vocês??? Estou aqui para mais uma resenha em parceria com a Editora Arqueiro. Vamos conferir??? 




Título: Zoo 
Autores: Michael Ledwidge e James Patterson 
Editora: Editora Arqueiro
Páginas: 282
Skoob
Sinopse: Uma misteriosa doença começa a se espalhar pelo mundo. Inexplicavelmente, animais passam a caçar humanos e a matá-los de forma brutal. A princípio, parece ser algo que se dissemina apenas entre as criaturas selvagens, mas logo os bichos de estimação também mostram suas garras e as vítimas se multiplicam.
A humanidade é presa fácil
Apavorado, o jovem biólogo Jackson Oz assiste a escalada dos acontecimentos. Ele já previu esse cenário alarmante há anos, mas sempre foi desacreditado por todos. Depois de quase morrer em uma implausível emboscada de leões em Botsuana, a gravidade da situação se mostra terrivelmente clara.
O fim da civilização está próximo.
Com a ajuda da ecologista Chloe Tousignant, Oz inicia uma corrida contra o tempo para alertar os principais líderes mundiais, sem saber se as autoridades acreditarão em um fenômeno tão surreal. Mas, acima de tudo, é necessário descobrir o que está causando todos esses ataques, pois eles se tornam cada vez mais ferozes e orquestrados.
Em breve não restará nenhum esconderijo para os humanos...

Compre no Submarino




Minha Opinião: Alguma coisa estranha está acontecendo na natureza. Primeiro foram os leões. Depois começou a acontecer com os outros mamíferos e em pouco tempo até mesmo com os dóceis cachorros. 

Os animais estão se comportando de maneira preocupante. Se organizam de forma incomum e o maior problema de todos: estão atacando os humanos. 
Há alguma coisa que está transformando os tranquilos mamíferos em animais mortais. E apenas um mamífero continua agindo normalmente: o humano. Mas ele é o alvo de todos os animais enlouquecidos.

Oz vem a anos dizendo que há alguma coisa esquisita na natureza. Mas ele é considerado um lunático e sua teoria CAH - conflito entre animais e humanos - é vista com maus olhos pelo governo, ciência e pela população em geral. 
As pessoas só lhe dão ouvidos quando o caos toma conta de tudo. Casas são invadidas por chimpanzés, animais de estimação matam seus companheiros humanos, ratos invadem as cidades... 

Conhecemos essa história através dos olhos de Oz, em uma narração em primeira pessoa. Mas conhecemos também um pouco sobre o que está acontecendo com os animais, através de uma narração em terceira pessoa. Isso facilita bastante a leitura, já que ela flui facilmente. E isso também se deve aos capítulos curtos. Talvez até curtos demais, já que a maioria não ocupa duas páginas. Mas isso é uma questão de gosto mesmo. 

Zoo tem uma premissa muito interessante e ganha pontos extras por abordar um tema muito relevante: a nossa relação com a natureza. Tendemos a achar que somos uma parte fora da natureza, mas não somos. E se continuarmos achando isso, um dia, quem sabe, ela se convença disso e nos expulse de uma vez por todas. 

As cenas onde os animais atacam são bastante fortes, pois são bem descritas, mas isso não me incomodou. Pelo contrário. Gosto das coisas que chocam. Acho que assim é mais fácil abrir os olhos de quem vê aquela história. 

Achei o desfecho bastante convincente. Possível? Talvez. Achei bem plausível a explicação. Pode soar um pouco como uma teoria da conspiração, mas perceber que estamos afetando negativamente o ambiente é muito importante. Talvez sejamos nós os vilões. 




Outro ponto positivo para o livro é que ele é cheio de críticas ao governo, a televisão que só mostra o que quer, aos problemas ambientais, a forma como as coisas são escondidas do povo, a ignorância do mesmo, a despreocupação com o ambiente. 

O trabalho da editora também está muito bacana, como sempre. A capa combina muito bem com a história e deixa um ar de mistério. As páginas são amareladas, a fonte e o espaçamento possuem um tamanho muito bom para a leitura.

Mas nem tudo me agradou nesse livro. E vou bater na mesma tecla que já bati algumas vezes. As mulheres. Cadê as mulheres nesse livro? Aparentemente os autores vivem em um mundo que eu desconheço. Somos mais ou menos 50% da população no mundo. Mas representatividade para quê não é mesmo? Ao longo do livro temos cerca de 4 mulheres. Todas estereotipadas. E se alguém vier dizer que isso não é um problema, ah, vai ter que conversar sério comigo. 

Termino essa opinião, falando que indico sim o livro. Ele aborda temas importante e critica coisas igualmente relevantes, ainda que peque em um ou outro aspecto. Mas a história vale a pena. Há quem diga que a série é muito melhor, mas ainda não vi, então não posso comparar. Mas fica aqui a dica.


E por hoje é só pessoal. Vocês já conheciam? Tem vontade de ler? Me contem. Um beijão e até a próxima. 

sexta-feira, 27 de novembro de 2015

Minha Participação no Festival de Literatura e Artes Literárias - FLAL.

E aí povo, tudo bem com vocês??? Hoje vim aqui para falar sobre a minha participação no festival de literatura que rolou há alguns dias pelo facebook. 


"Participar de um evento desses é uma oportunidade muito bacana. Através dele, temos a possibilidade de conversar com leitores, autores, blogueiros. A maior motivação para participar de um evento desses é ter a certeza de que falaremos sobre o que tanto amamos: livros. 
Um grande problema que afasta autores dos leitores é a distância. Eu sou do Sul e a maior parte dos meus leitores não fica nessa região. Meus autores favoritos estão em outros estados também. Então participar de um evento em que podemos participar de qualquer lugar e trocar ideias com pessoas de toda parte é maravilhoso. Não é preciso viajar para estar pertinho de quem admiramos tanto. " Gislaine Oliveira 

O meu bate-papo foi no dia 30-10 e ocorreu entre às 8h e 10h . Fiquei muito feliz com a participação do público. Achei que não haveria muita participação já que era muito cedo. Mas me enganei. E quero agradecer a todos que participaram. 

Trouxe algumas das perguntinhas que ocorreram lá. 










Gostou? Para conferir o bate-papo completo, é só clicar AQUI

E por hoje é só pessoal. Um beijão e até a próxima!!!

quarta-feira, 25 de novembro de 2015

Antologia Ridículas Cartas de Amor, organizada por Marcia Dantas

Oiii povo lindo, tudo bem com vocês??? Hoje estou aqui para falar da Antologia Ridículas Cartas de Amor que foi organizada pela autora Marcia Dantas. Vamos conhecer??? 


Sinopse: "Todas as cartas de amor são ridículas." - Álvaro de Campos
Cartas de amor são escritas por todos os apaixonados ao longo do tempo. Sua natureza romântica é muitas vezes considerada cafona, extravagante e risível. Porém, enquanto houver o amor, elas continuarão a ser escritas. Afinal, ridículos são aqueles que não amam. Os talentosos autores da coletânea refletem sobre o lado paradoxal e insensato dos sentimentos profundos da alma, e demonstram, através de uma abordagem inovadora e envolvente, os tão conhecidos contos de amor. "Ridículas Cartas de Amor" é uma seleção singular de histórias irreverentes, que tiram o cotidiano do lugar-comum e surpreende. Como o amor.

Participantes: 
Amauri Chicarelli;
Ana de Oliveira;
Ana Paula Chicarelli;
Diana Lara;
Lenon Fernandes;
Liv Cerveira;
Marcia Dantas;
Mariana Dantas;
Nina Spim;
Priscila Louredo;
Taylin Moriguti;
Tiago Delfini. 
Autora convidade: Mariana Sgambato

Para adquirir o livro, entre em contato com a organizadora em sua Página ou com os participantes. E para a galera do Sul, em Porto Alegre haverá o Lançamento no dia 28-11. 

E aí, curtiram? Eu estou louca para conferir e espero poder contar para vocês o que achei em breve. 
Dos autores, só conheço a Marcia Dantas e a Nina Spim e ambas são muito talentosas - já pude conferir um pouquinho do trabalho delas. A Mari Sgambato também conheço, mas ainda não conferi seu trabalho. Mas ela é muito elogiada por seu talento. 
Tenho certeza de que essa antologia está um sucesso. E você, vai perder? Corre adquirir seu exemplar. 

E por hoje vou ficando por aqui meu povo. Um beijão e até a próxima! 

segunda-feira, 23 de novembro de 2015

Lançamentos das Editoras Arqueiro e Sextante

Olá galerinha, tudo bem com vocês??? Hoje é dia de adicionar livros a lista de desejados hahahhah. Vamos conferir alguns dos lançamentos dessas editoras tão queridas? 

Arqueiro 

Num suspense emocionante, William P. Young, autor de A cabana (4,5 milhões de exemplares vendidos no Brasil) faz em seu novo livro uma abordagem totalmente nova e inspiradora da história da Criação.
Fruto de mais de 40 anos de pesquisas, fiel aos textos bíblicos originais e com uma narrativa primorosa, Eva apresenta um ponto de vista humano e reconfortante de um dos episódios mais tristes das Escrituras: o momento em que o homem vira a face para Deus e é expulso do Paraíso.
Com sua capacidade única de emocionar e fazer refletir, o autor trata de temas como perda, culpa, perdão e redenção, e cria uma alegoria sobre a importância de nossas escolhas, a verdade de nossas origens e o poder transformador do amor de Deus.


“Neste épico passado na França da Segunda Guerra, duas irmãs se afastam por discordarem sobre a ameaça de ocupação nazista. Com temperamentos e princípios divergentes, cada uma delas precisa encontrar o próprio caminho e enfrentar questões morais e escolhas de vida ou morte.” - Christina Baker Kline, autora de O trem dos órfãos França, 1939: No pequeno vilarejo de Carriveau, Vianne Mauriac se despede do marido, que ruma para o fronte. Ela não acredita que os nazistas invadirão o país, mas logo chegam hordas de soldados em marcha, caravanas de caminhões e tanques, aviões que escurecem os céus e despejam bombas sobre inocentes. Quando o país é tomado, um oficial das tropas de Hitler requisita a casa de Vianne, e ela e a filha são forçadas a conviver com o inimigo ou perder tudo. De repente, todos os seus movimentos passam a ser vigiados e Vianne é obrigada a fazer escolhas impossíveis, uma após a outra, e colaborar com os invasores para manter sua família viva. Isabelle, irmã de Vianne, é uma garota contestadora que leva a vida com o furor e a paixão típicos da juventude. Enquanto milhares de parisienses fogem dos terrores da guerra, ela se apaixona por um guerrilheiro e decide se juntar à Resistência, arriscando a vida para salvar os outros e libertar seu país.

Em "A irmã da tempestade", segundo volume da série As Sete Irmãs, as vidas de duas grandes mulheres separadas por gerações se entrelaçam numa história sobre amor, ambição, família, perda e o incrível poder de se reinventar quando o destino destrói todas as suas certezas. 
Ally D’Aplièse é uma grande velejadora e está se preparando para uma importante regata, mas a notícia da morte do pai faz com que ela abandone seus planos e volte para casa, para se reunir com as cinco irmãs. Lá, elas descobrem que Pa Salt – como era carinhosamente chamado pelas filhas adotivas – deixou, para cada uma delas, uma pista sobre suas verdadeiras origens. 
Apesar do choque, Ally encontra apoio em um grande amor. Porém mais uma vez seu mundo vira de cabeça para baixo, então ela decide seguir as pistas deixadas por Pa Salt e ir em busca do próprio passado. 
Nessa jornada, ela chega à Noruega, onde descobre que sua história está ligada à da jovem cantora Anna Landvik, que viveu há mais de cem anos e participou da estreia de uma das obras mais famosas do grande compositor Edvard Grieg. E, à medida que mergulha na vida de Anna, Ally começa a se perguntar quem realmente era seu pai adotivo.


Cada livro da coleção Signos do Amor é inspirado nas características de um signo do Zodíaco. Esta história se baseia na mitologia de Leão e fala sobre as surpresas que a vida nos reserva.
Evie e Leo se conheceram ainda crianças, em um lar adotivo, e logo se tornaram grandes amigos. Com o tempo, a amizade se transformou em uma paixão avassaladora, e eles juraram ficar juntos para sempre.
Quando Leo foi inesperadamente adotado na adolescência e teve que se mudar para outra cidade, prometeu a Evie que entraria em contato com ela assim que chegasse lá e que voltaria para buscá-la quando ela fizesse 18 anos. Mas ele nunca mais deu notícias.
Oito anos depois, apesar das circunstâncias, Evie conseguiu dar a volta por cima. Tem um emprego, amigos e está feliz. Então, de repente, um homem chamado Jake Madsen surge em sua vida, alegando ter sido enviado por Leo para saber como ela está.
Evie não consegue evitar a atração que sente por esse homem sensual e misterioso. Mas será que ela pode confiar em um estranho? Ou será que ele está guardando um segredo sobre sua real ligação com Leo e os motivos que o levaram a sumir de sua vida anos atrás?


O devasso Vere Mallory, duque de Ainswood, está pronto para sua próxima conquista e já escolheu o alvo: a jornalista Lydia Grenville. Só que desta vez, além de seduzir uma bela mulher, ele deseja também se vingar dela.
Ao se envolver numa discussão numa taverna, Vere foi nocauteado por Lydia e se tornou alvo de chacota de toda a sociedade. Agora ele quer dar o troco manchando a reputação da moça.
Mas Lydia não está interessada em romance, principalmente com um homem pervertido feito Mallory. Em seus artigos, ela ataca nobres insensatos como ele, a quem considera a principal causa dos problemas sociais.
Nesse duelo de vontades, Vere e Lydia se esforçam para provocar a der- rota mais humilhante ao mesmo tempo que lutam contra a atração que o adversário lhe desperta. E, nessa divertida batalha de sedução e malícia, resta saber quem será o primeiro a ceder à tentação.


Há muitos anos, Branna O’Dwyer entregou seu amor a Finbar Burke. No entanto, o romance durou pouco. Uma maldição ligada ao sangue de suas famílias os proibiu de ficar juntos. 
Branna tentou preencher esse vazio com amigos e familiares, mas sabe que, sem Fin, sua vida nunca estará completa. Ele, por sua vez, passou os últimos doze anos viajando pelo mundo, focado exclusivamente no trabalho. 
Atormentados pela forte atração que nem a distância pôde aplacar, nenhum dos dois acha que um dia se entregará de novo ao amor. 
Entretanto, em meio às sombras que ameaçam destruir tudo o que eles consideram mais precioso, esse relacionamento sem futuro pode ser também a última esperança que lhes resta.



Sextante

Com mais de 2 milhões de livros vendidos, Os 5 desafios das equipes é uma fabula envolvente, realista e prática sobre liderança. Patrick Lencioni usa sua capacidade de contar boas histórias para explicar por que certas equipes dão certo e outras não.
Recém-contratada, a CEO Kathryn Petersen precisa gerenciar um grupo de executivos que é desunido a ponto de afetar a empresa inteira. Será́ que ela resolverá os problemas de relacionamento, ou enfrentará resistência e será demitida?
Os cenários e personagens são bastante familiares, como o funcionário talentoso que não joga para o time; um gerente proativo que assume o trabalho dos outros e com isso não se dedica à própria função; e um executivo cuja maior ambição é roubar o lugar do chefe.
Ao longo da historia, o autor oferece instruções claras e diretas para superar os obstáculos que minam o trabalho em grupo: a falta de confiança, o medo de conflitos, a falta de comprometimento, evitar responsabilizar os outros e a falta de atenção aos resultados. Ele também inclui um rápido questionário para que você possa avaliar a própria equipe e identificar o melhor caminho para retomar o sucesso.


Falar com desenvoltura não é um dom, e sim algo que pode ser desenvolvido e aperfeiçoado – até mesmo em 29 minutos.
Considerado um dos mais importantes especialistas em oratória em todo o mundo, com mais de 1,4 milhão de livros vendidos, Reinaldo Polito contou com a colaboração de Rachel Polito para reunir neste livro as técnicas mais eficazes para melhorar a comunicação tanto em apresentações, palestras e reuniões quanto em situações do dia a dia, como uma conversa com amigos ou colegas de trabalho.
No fim de cada capítulo, há um pequeno resumo que pode ser lido em até um minuto, otimizando a aprendizagem daqueles que estão sempre com pressa e que não querem se preocupar em decorar regras nem conceitos teóricos.


Sim, zumbis também tiram férias! Mas isso não significa dias tranquilos...Ele sobreviveu ao ano letivo e desafiou um golem de ferro. Escapou de um fofo coelho assassino e encarou Mutante, o aluno novo de 2 metros de altura. Ufa! Acho que o Zumbi merece um descanso, não?Não!Zumbi, Esquely, Slimey, Creepy e o humano Steve estão de volta, de férias e com as mochilas prontas para visitar o melhor parque de diversões de todo o Mundo Superior: o Mundo Aterrorizante!Junte-se a eles no brinquedo mais assustador do parque, escale montanhas perigosas e entre no Templo da Selva, onde se encontra a rara esmeralda do desejo, capaz de realizar qualquer pedido.Embarque Nas Melhores Férias Zumbis De Todos Os Tempos!




Confesso para vocês que a minha lista de desejados cresceu um bocadinho com esses lançamentos :3 Sim, eu sou dessas hahhahha. Qual foi o que mais atraiu vocês? Me contem! 

E por hoje vou me despedindo pessoal. Um beijão e até a próxima!!! 

sábado, 21 de novembro de 2015

Desejo Proibido - Sophie Jackson, por Fernanda Avellar

Título: Desejo proibido 
Autora: Sophie Jackson
Páginas: 416
Ano: 2015
Editora: Arqueiro
Skoob
Sinopse: Seu amor é proibido, mas não pode ser ignorado. Katherine Lane nasceu em berço de ouro. Filha e neta de senadores, a bela ruiva de olhos verdes e curvas perfeitas se formou em Literatura e surpreendeu a todos ao decidir dar aulas em uma penitenciária. Mas quando Carter, um detento inteligente e perigosamente sexy, desperta ao mesmo tempo a raiva e o desejo de Kat, ela é forçada a admitir para si mesma que a decisão de lhe dar aulas particulares pode ter sido motivada não pela generosidade, mas sim pela crescente atração entre os dois. Embora a família e os amigos de Kat temam que a paixão destrua sua carreira e sua vida, tudo o que ela quer é ficar com esse homem que a faz sentir-se completa. Porém Carter guarda um segredo que tanto pode unir seus destinos para sempre quanto afastá-los de uma vez por todas. Desejo proibido é uma história de amor e redenção, de universos distantes que se aproximam e se fundem numa paixão avassaladora.

"Bem escrito e viciante. Impossível parar de ler." - The Romance Cover

Minha opinião: Como sempre a diagramação está impecável. As páginas amarelas proporcionam uma leitura agradável e a capa é bonita em alguns pontos com verniz localizado. E veio dentro de uma linda caixa.

Desejo proibido é o primeiro livro de uma trilogia e conta a história de Kat Lane formada em Literatura, vinda de família rica, e que tem pesadelos que a aterrorizam e não a deixam ter uma noite de sono tranquila, pois, quando, criança viu seu pai ser assassinado e só não foi morta também, porque um garoto a salvou levando-a mesmo contra a sua vontade.

Para cumprir a promessa que fez ao pai, resolveu dar aulas de literatura na penitenciária Arthur Kill. Todos os seus amigos ficaram preocupados pela periculosidade do novo trabalho, mas, sua mãe ficou transtornada e não a apoiava e as duas tinham brigas constantes.

"A mãe de Kat era extremamente preconceituosa com relação a criminosos e ao que deveria ser feito com eles. Por amá-la e tentar entender seu ponto de vista, Kat procurava ao máximo aniquilar seus medos, mas suas alegações eram sempre ignoradas. Só de pensar em Kat perto daquelas pessoas, ainda mais dando aula para elas, Eva se sentia mal". (p. 28)

O livro aborda duas histórias, de um lado Kat, professora de Literatura e que vai dar aula em um presídio, e do outro Carter, presidiário, aparentemente agressivo e que está inscrito nas aulas de Kat por seu tutor. Atração, tensão, medo, dúvidas, desejo, e paixão são sentimentos que permeiam o coração da jovem professora.

"- Não tenho medo de você.
- Ah, Srta, Lane, não me provoque.
Ele sorriu de um jeito sexy
(...) - Você deveria ter medo, Pêssegos - murmurou ele - Já fiz coisas que fariam sua linda cabecinha pirar, e você estando assim tão perto - ele apontou com o queixo para o espaço entre eles e seus olhares se encontraram - bem me faz querer ser mau de novo" (p.67)


Jackson cita renomados escritores e pensadores, como Shakespeare, inclusive, coloca no prólogo a expressão " A libra de carne" que em O Mercador de Veneza, significa dívida. Os personagens carregam dívidas maiores que suas próprias vidas e com isso alguns tomam atitudes boas e outras ruins. Atitudes que podem mudar conceitos e quebrar paradigmas.

Por fim, indico a obra para os amantes da boa literatura e que a palavra superação faça parte da vida de cada um. Não devemos deixar de sentir ou agir por medo de julgamentos ou críticas. Sophie, nos mostra que todos temos dívidas com alguém, umas maiores e pesadas, mas todas de igual significado e abrangência. O livro termina com um desfecho espetacular e já anseio pelo próximo volume. O biscoito Oreo e o fato dela ser  a "Pêssegos" dele, vocês irão entender lendo a obra. Maldade a minha né?



Grande beijo,

Fernanda Avellar

quinta-feira, 19 de novembro de 2015

As Bruxas de Oxford - Larissa Siriane

Hoje vou falar de uma autora que conheço faz pouco, mas considero pakas hahhaha. Sério gente, vocês vão entender por que. Mas para isso, vamos a resenha


Título: As Bruxas de Oxford 
Autora: Larissa Siriane 
Páginas: 245
Compre na Amazon
Sinopse: A antiga Casa Azul nunca foi cenário de boas histórias. Há mais de cem anos, dizem, era lar de sete bruxas que foram queimadas na fogueira e que juraram vingança.
Mas é quando Malena, seus pais e seus seis irmãos mais velhos se mudam para lá que a lenda se prova verdade. Coisas estranhas começam a acontecer sempre que ela se exalta, e, de repente, ela se descobre cercada por um passado que ela até então desconhecia, e condenada a consertar os erros de uma vida passada. E, quando os velhos inimigos começam a aparecer, Malena vai perceber que certos sentimentos se carregam para além da vida.


Minha opinião: Conheci esse livro através do blog da Sil (Blog Prefácio) e me apaixonei logo de cara. Mas como vida de blogueira é pobre, não consegui adquirir ;( . Até que um dia acabei conseguindo baixar grátis na Amazon.

Autores que colocam seus livros grátis na Amazon, amo vocês hahahah

E meus deuses, ainda sinto borboletas no estômago só de pensar nesse livro. Estou nesse momento sentada, escrevendo e pensando em como a vida valeria a pena apenas por esse tipo de história. Sério!

As Bruxas de Oxford conta a história de 7 irmãs bruxas que são queimadas em uma fogueira. Mas uma delas, foi traída. Então ela faz um juramento: vai voltar e se vingar.

Muitos anos depois, nasce Malena, uma menina albina, irmã de 6 rapazes. Ela já não era tão comum... e quando sua família precisa se mudar para Oxford, ela descobre que as diferenças que ela possui vão muito além da família imensa que possui.

Malena descobre que possui a alma de Doroth, a irmã traída, e que a mesma só pensa em se vingar de suas irmãs que também resolveram voltar a ativa.

A partir daí é uma grande confusão. Malena lutando com o seu interior e tentando controlar Doroth, e ao mesmo tempo precisando lidar com o primeiro amor, com as mudanças de vida, e com as suas irmãs de outra vida que a querem morta.

Para tudo gente! Eu preciso falar mais para convencer vocês? Não tem problema! Tenho mais e mais argumentos para convencer cada um de vocês a adquirir esse livro hahahha.

As Bruxas de Oxford tem um enredo muito rico e muito bem estruturado. A história sobre as irmãs bruxas é cheia de detalhes. Podemos conhecer cada uma delas, suas personalidades, seus desejos... 

A criatividade da autora também merece palmas. Existem vários feitiços a serem descobertos, maldições e mistérios. 

O livro conta ainda com um romance muito fofo, mas que não é clichê. Ele é gostoso, leve, do jeito que todo relacionamento deveria ser: saudável. 

A escrita da autora é maravilhosa e super fluída. Li o livro rapidinho. Outro ponto positivo, é que a autora nunca coloca suas personagens brigando por garotinhos. Coisa que acontece muito em livro juvenis. Nas próximas resenhas dos livros da Lari, falarei mais sobre

O livro termina com muita ação e uma possibilidade de continuação que de fato há, mas tem seu final fechado. Porém no final do livro, há o primeiro capítulo do próximo. E eu adorei isso, pois precisei correr para o segundo volume hahahah 

Ainda preciso dizer que indico o livro? Gente, vocês precisam ler. Sério! 

E então por hoje é só pessoal. Já conheciam o livro? Ficaram com vontade de ler? 

Um beijão e até o próxima!

terça-feira, 17 de novembro de 2015

Promoção Mundo Uno Editora

Olá povo lindo, tudo bem com vocês??? Que tal um sorteio??? Vamos lá!!! 


 A Editora Mundo Uno, junto com blogs amigos, entre eles o Profissão Escritor, está promovendo uma promoção que premiará um sortudo com 3 livros do catálogo da editora, marcadores de página e buttons.
 Os livros sorteados são:
Cisne (Uma geração. Todas as decisões. # 1), Eleonor Hertzog, 726 páginas.
Sinopse: Unificada e em paz, a Terra se dedicou à ciência e à exploração espacial, descobrindo Tarilian, um planeta habitado inesperadamente próximo. As relações entre os dois mundos iniciaram corteses, mas rapidamente uma rivalidade inútil se estabeleceu, minando a amizade entre terráqueos e tarilianos. Um infeliz incidente diplomático piorou ainda mais as relações interplanetárias; a solução para o impasse se encontra no Cisne, um veleiro movido a energia solar que é um dos mais avançados biolabs flutuantes do planeta. O Cisne é também o lar da família Melbourne: os pais, Doris e Henry, são os biólogos marinhos responsáveis pelo barco; os filhos são sua irriquieta tripulação. 
Sem saber que fazem parte de uma geração que decidirá o futuro do mundo inteiro, agora os jovens Melbourne precisarão dar o melhor de si para melhorar as relações entre Terra e Tarilian.
Guardião? (Uma geração. Todas as decisões. # spin-off), Eleonor Hertzog, 134 páginas.
Sinopse: Vida e morte
Dia e noite
Sombra e luz
A cada verso, seu reverso.
A cada ação, sua reação.
A cada poder... Seu preço!
Seu poder é gigantesco, meu jovem.
Por isso, você é o Guardião.
Na verdade, você é mais do que um simples Guardião.
Mas...
E se o preço do seu poder for a vida de quem você ama?
O segredo da caveira de cristal, Mallerey Cálgara, 326 páginas.
Sinopse: Os habitantes de Heilland, cansados de décadas de guerra e fome, depositaram todas as suas esperanças no Rei Alphonsus, que governava com justiça e bondade. As esperanças cresceram com a notícia de que a Rainha Arápia estava grávida de gêmeos, embora muitos, no castelo, assegurassem que uma nova guerra estava sendo travada no ventre da soberana.
Os gêmeos nasceram e, com o passar do tempo, Heilland compreendeu que havia um novo inimigo, ainda mais implacável: o sombrio futuro Rei. Dor, ódio, sangue, traição, passaram a fazer parte da rotina do castelo, restando ao mago Mongho e à futura Rainha Driadh a perigosa busca por respostas!
Embarque nessa aventura cheia de mistérios e lutas pelo poder.
 Para participar, é só fazer login no formulário do Rafflecopter abaixo e cumprir as entradas obrigatórias e, se quiser, as extras para aumentar sua chances de ganhar (caso o formulário não apareça, acesse-o clicando aqui, se não souber como usá-lo, veja um tutorial clicando aqui)  .
a Rafflecopter giveaway Regulamento: - Inscrições até 15/12/2015. - O sorteio ocorrerá no dia 16/12/2015. - O sorteado será avisado pelo e-mail disponibilizado no formulário e terá 96 horas (4 dias) para responder o e-mail enviado com seus dados para envio do prêmio ou o sorteio será refeito e um novo ganhador sorteado. - O prêmio será enviado pela editora, em até 30 dias após o envio dos dados pelo ganhador. - Não nos responsabilizamos por danos ou extravio dos Correios.
- Em caso de dúvidas, entre em contato com o blog Pétalas de Liberdade, que é o responsável pela realização do sorteio.
 Boa sorte!

E por hoje é só pessoal. Um beijão e até a próxima!!! 

domingo, 15 de novembro de 2015

Orgulho e Preconceito - Jane Austen

Olá pessoal, tudo bem com vocês??? Hoje estou aqui para trazer a resenha de Orgulho e Preconceito. Quem me indicou esse livro foi a Sil, do Blog Prefácio, através do projeto Tá na estante, não leu? Seu amigo escolheu!



Ela me indicou no dia 13 de setembro... nem preciso dizer que demorei um bocadinho para consegui ler, não é mesmo? Mas li. Isso é que importa, hahaha. E hoje trago a minha opinião para vocês. Vamos conferir??? 



Título: Orgulho e Preconceito 
Autora: Jane Austen
Páginas: 400
Skoob
Sinopse: Considerada a primeira romancista moderna da literatura inglesa, Jane Austen começou seu segundo romance, ORGULHO E PRECONCEITO, antes dos 21 anos de idade. 
Originalmente, a obra foi intitulada "Primeiras Impressões", devido às aparências dos personagens envolvidos na trama. Entretanto, por também se preocupar com os preconceitos causados pelo julgamento dos personagens, a autora decidiu que ORGULHO E PRECONCEITO seria um título mais apropriado.
Assim como em outras obras de Austen, o livro é escrito de forma satírica. Casamentos não convencionais e infelizes são usados como contexto para denunciar elementos com os quais a autora discorda e para focar nas pessoas frívolas e ignorantes que caracterizam a sociedade contemporânea ao Século 18.
ORGULHO E PRECONCEITO pode ser considerado como especial porque transcende o preconceito causado pelas falsas primeiras impressões e adentra no psicológico, mostrando como o autoconhecimento pode interferir nos julgamentos errôneos feitos a outras pessoas.
A autora revela certas e posturas de seus personagens em situações cotidianas que, muitas vezes, causam momentos cômicos aos leitores, dando um caráter mais leve e satírico ao livro. A história é contada sob a perspectiva de Elizabeth, mas não foi elaborada em primeira pessoa, resultando na falta de situações comoventes e dramáticas. Há pouca descrição de cenários e o desenvolvimento da trama é composto pela interação entre ideias e atitudes dos personagens. As emoções e sentimentos devem ser decifrados por quem decidir mergulhar na obra de Jane Austen, uma vez que encobertos nas entrelinhas do texto.
A escritora inglesa apresenta seu poder de expressar a discriminação de maneira sutil e perspicaz em ORGULHO E PRECONCEITO; ela é capaz de transmitir mensagens complexas valendo-se de seu estilo a um tempo simples e espirituoso.
O principal assunto do livro é contemplado logo na frase inicial, quando a autora menciona que um homem solteiro e possuidor de grande fortuna deve ser o desejo de uma esposa. Com esta citação, Jane Austen faz três referências importantes: a autora declara que o foco da trama será os relacionamentos e os casamentos, dá um tom de humor à obra ao falar de maneira inteligente acerca de um tema comum, e prepara o leitor para uma caçada de um marido em busca da esposa ideal e de uma mulher perseguindo pretendentes.
O romance retrata a relação entre Elizabeth Bennet (Lizzy) e Fitzwilliam Darcy na Inglaterra rural do século 18. Lizzy possui outras quatro irmãs, nenhuma delas casadas, o que a Sra. Bennet, mãe de Lizzy, considera um absurdo. Quando o Sr. Bingley, jovem bem sucedido, aluga uma mansão próxima da casa dos Bennet, a Sra. Bennet vê nele um possível marido para uma de suas filhas. De fato, ele parece se interessar bastante por Jane, sua filha mais velha, logo no primeiro baile em que ele, as irmãs e o Sr. Darcy, seu amigo, comparecem. Enquanto o Sr. Bingley é visto com bons olhos por todos, o Sr. Darcy, por seu jeito frio, é mal falado. Lizzy, em particular, desgosta imensamente dele, por ele ter ferido seu orgulho na primeira vez em que se encontram. A recíproca não é verdadeira.
Mesmo com uma má primeira impressão, Darcy realmente se encanta por Lizzy, sem que ela saiba do fato. A partir daí o livro mostra a evolução do relacionamento entre eles e os que os rodeiam, mostrando também, desse modo, a sociedade do final do século 18. 




Minha opinião: Este era um livro que eu queria ler há muito tempo, mas que nunca surgia a oportunidade (tempo), então quando a Sil me indicou, fiquei muito feliz. 

A verdade é que só fiquei feliz até abrir o livro kkkk. Ok, podem me julgar, mas vamos a resenha. 


Eu acho que todos conhecem  história de OeP, mas para quem não conhece, vou resumir aqui um pouquinho. 

A história se passa no século XVIII, época onde tudo o que uma mulher poderia querer é um marido. A Sra. Bennet tem 5 filhas, todas solteiras, o que é um absurdo. Mas ela tem a chance de mudar isso quando dois belos rapazes ricos e solteiros surgem nos arredores: o Sr. Bingley e o Sr. Darcy. O primeiro encanta a todos, o segundo nem tanto. 

Com algumas danças e meia dúzia de palavras, Bingley já está perdidamente apaixonado por Jane, a filha mais velha. Mas a família Bennet não tem dinheiro algum e é de conhecimento de todos, que o que um homem procura em um casamento, são motivos além da felicidade. 

A partir daí a história se desenvolve. Bingley está apaixonado por Jane, mas o amigo não aceita esse relacionamento. Mas o que aconteceria se Darcy, também se descobrisse apaixonado por uma mulher que não possui fortuna? 

Sei que o livro é antigo e se passa em uma época muito diferente da nossa. Entendo a questão histórica, mas não consigo tolerar. Eu, Gislaine, não consigo gostar de algo que vá tanto contra o que acredito. Não consigo aplaudir um livro que fala sobre casamentos arranjados, interesses matrimoniais, desespero das mulheres para terem um homem. Mais uma vez, entendo a época em que se passa a história. Mas para mim não dá. Não dá! 

Acho tudo muito bizarro. As pessoas se apaixonam em uma dança, analisam quem é mais bonita, prendada e delicada e então essa passa a ser favorita. Por que né, o homem tem todas. Ele escolhe a favorita. As  pessoas tiram conclusões em uma conversa. Falou oi já sabe se ama, se odeia, se é boa ou má pessoa. 

As mulheres são idiotas o tempo todo. É uma competição para ver quem tem o laço mais belo e quem consegue preparar o melhor jantar, quem tem os melhores criados e quem teve suas filhas casadas primeiro. Ok, é uma crítica, tudo bem, sou capaz de entender isso. Mas Lizzi é considerada um exemplo a ser seguido até hoje. Como assim cara? Ela se acha melhor que todo mundo, vive falando o quanto as irmas (menos Jane)são tolas e fúteis. Logo ela, que não queria saber de Darcy ate ver sua mansão. 

" Estavam eles todos calorosos em sua admiração; e, naquele momento, ela sentiu que ser a dona de Pemberly poderia ser algo!" 

Logo ela, que fica muito contente ao perceber que é muito mais feliz que Jane.

"Sou mais feliz do que Jane; ela apenas sorri, eu rio." 

Realmente não consigo enxergá-la com um exemplo. Só se for exemplo de hipocresia. O que pode ter sido a ideia de Jane Austen, mas não vejo ninguém vendo por esse lado. 

Ok, é bem verdade que quando Lizzi quer, é realmente uma mulher dura, inteligente e forte. 

"Sr. Darcy, sou uma criatura muito egoísta; e, com o fim de aliviar meus sentimentos, não me importo muito que eu possa estar ferindo os seus."

Mas daí dizer que ela é um exemplo... acho um pouco forçado.

Darcy também é um cara estranho. Ok, ele realmente faz coisas lindas em nome do amor. Será mesmo? Ou será que ele faz apenas por que não é capaz de ver o nome da sua família associado a uma mancha tão horrível? 

E que mancha não é mesmo? Uou. Por que não casar, perder a virgindade e afús da vida, são realmente coisas terríveis que não podemos tolerar. Mais uma vez eu afirmo, entendo a questão histórica. Mas gente, eu sou a Gih, que quer sambar o tempo todo na cara dos conceitos da sociedade. É claro que o livro não funcionaria para mim não é mesmo? 



Bem, vamos parar de reclamar da história e vamos reclamar da diagramação do livro. A versão que eu li, é aquela de capa dura, bilíngue, que deveria ser a edição de luxo. Deveria gente, por que as letras são minúsculas, o espaçamento nem existe, os capítulos mudam, mas a página não. E como há poucos diálogos, a leitura se torna massante. Mas pelo menos as páginas são amareladas. Então essa é uma edição que não indico para leitura. Ela é linda para se ter na estante, mas não é ideal para leitura. Ah sem falar que nessa edição está cheio de erros de digitação. Letras faltando e por aí vai. 

Acho que todo mundo aqui já leu o livro, então acho inútil dizer que não indico kkkkk. Mas se você ainda não leu, leia. Acho importante conhecermos esses clássicos. Eles são importantes para a nossa história. Mas eu digo que quero distância de Jane hahahh. 

E eu fico por aqui. Um beijão e até a próxima!!! 




OBS: Importante deixar claro, que essa é apenas a minha opinião sobre a obra. O que eu achei. Nada além disso. Gislaine Oliveira

sexta-feira, 13 de novembro de 2015

Segunda edição do livro E Se o Destino Soprar de Cláudia Hackbart + Sorteio do livro

Olá galerinha, tudo bem com vocês??? Hoje eu vim aqui para dar uma notícia muito bacana. O livro da autora Cláudia Hackbart - confira resenha AQUI - terá sua segunda edição lançada pela Editora Novo Século. 



Gostaram da novidade??? Vamos conhecer mais um pouquinho dessa obra tão maravilhosa? 




SINOPSE: Quem nunca refletiu “e se?”. Quem nunca sentiu o destino soprar, sentirá. Baseado na história de vida de Lovinha, E se o destino soprar é um relato das experiências da autora sobre Destino, Acaso e Coincidências. Ela precisou aprender a lidar com os obstáculos da vida, mas, ao invés de se colocar no papel de vítima, preferiu tornar-se heroína em sua própria história. Por meio de percalços e dramas familiares, sua vida toma rumos surpreendentes e, muitas vezes, inexplicáveis. Por outro lado, se depara com o poder das relações de família, de amizade, e da sua história com o “Encantado”: um amor feito ímã, que, às vezes, sucumbe ao Acaso. Seria esse amor capaz de superar o tempo e driblar o Acaso? Emocionante e comovente, esta é uma trama que nos leva a acreditar numa força maior, capaz de abrir ou de fechar portas. 

Vendas direto com a autora pelo Facebook 



E para comemorar essa baita novidade, em parceria com a autora iremos sortear um exemplar do seu livro. Isso mesmo. Vamos ao sorteio então??? 



REGRAS: 
* Ter endereço de entrega no Brasil; 
* Preencher o formulário com um endereço de e-mail para contato e o perfil que curtiu as fanpages da autora e do blog. 
*As únicas regras obrigatórias são: Deixar um e-mail para contato e curtir a fanpage do blog e da autora. Outras regras são opcionais, mas garantem chances extras no sorteio; 
* O sorteio será realizado no dia 15-12 pelo Random;
*O ganhador terá 48h para responder nosso contato. Caso contrário, um novo sorteio será realizado;
*O prêmio será enviado pela autora em até 90 dias;
*Não nos responsabilizamos por perdas ou danos ocasionados pelos correios. 

E por hoje é só pessoal. Um beijão e até a próxima!!! 


quarta-feira, 11 de novembro de 2015

Tag da Senhora

Oiiii gente linda, tudo bem com vocês??? Hoje vim aqui para fazer uma tag que fui indicada pela Carol, do blog A Colecionadora de Histórias . Aliás, a tag foi criada por ela, heheheh. Vamos conferir??? 



"Hoje eu preparei algo inédito aqui pro blog: uma tag criada por mim, baseada num vídeo viral recente: o "Senhora?". A maioria já deve ter visto os memes acima no facebook, e gostei tanto que acabei tendo a ideia da tag, rs. Na verdade esse vídeo aborda um assunto sério; mas que foi engraçado, foi XD Espero que gostem, me ajudem a espalhar para os outros blogueiros! ;)" Carol

Regras:
- Responda todas as perguntas
- Marque seus blogs amigos
- Dê os créditos de criação da tag ;)

Perguntas:


(A reportagem começa, com a jornalista narrando:) "A servidora repetiu o ritual nos 3 dias, e a nossa equipe a acompanhou indo e voltando da assembléia.
Ela sai às 6:30 da manhã, bate o ponto, sai pela porta da frente [...] No último dia, depois de bater o ponto, [...] ela resolve caminhar no bosque ao lado. Passa quase 2 horas sentada."
1. Desafio! Encontre um livro com uma jornalista na história e deixe a sinopse.
Não consegui lembrar de nenhum com uma jornalista :P Mas nesse, a menina cursa jornalismo. Já conta né???? Hhahahah. E tem resenha dele AQUI no blog

2. Sorria, você está sendo filmado! O livro que você está lendo no momento.

Provavelmente quando você ver essa tag, já terei terminado de ler esses livros, hahhahahha , mas quando respondi, estava lendo esses


3. Utilidade pública! Uma trilogia/série/saga que deveria ser de conhecimento geral.
Vou indicar um livro só. Ou teria que imitar a Carol com Jogos Vorazes. E nem vou dizer por que indico esse livro. Leia minha Opinião e entenda. 


4. Ritual sagrado! Cite um livro que você releu, e por quê.
Já reli alguns livros em minha vida. Mas como a pergunta fala sobre ritual sagrado, irei citar esse. Até roubarem a minha coleção, eu relia a série muitas e muitas vezes. Reli ela todinha 7 vezes. Mas agora não tenho mais a coleção. Mas irei comprar novamente. E assim que tiver em mãos, lerei novamente 


5. Batendo o ponto! Um livro que você leu por obrigação, ou somente porque "estava na moda".
Li esse livro faz pouquinhos dias, pois me sentia um ser de outro planeta por ainda não ter lido. A verdade é que ainda me sinto um extraterrestre, pois não curti o livro. Me julguem novamente!


6. Enrolando no bosque! Um livro que você demorou muuuito pra terminar.
Ok, podem me julgar novamente. Esse livro foi indicado pela Sil, do Blog Prefácio. Mas infelizmente, achei ele a coisa mais arrastada do mundo. Ele não é grosso, mas acho que demorei um mês para consegui ler


"A nossa equipe tentou conversar com a servidora:
[...]
- E a senhora vem sempre aqui na assembleia legislativa?
- Não. Hoje falaram pra mim sobre a homenagem, gosto muito do México e vim"

7. Pega na mentira! Cite uma personagem "cara de pau".
Para não dar spoiler, não direi qual é o personagem. Mas neste livro (e há filme também) tem um personagem muito cara de pau mesmo


8. Cite um autor não tão conhecido que deveria ser homenageado.
Quem acompanha o blog sabe o quanto adoro esse autor, o Franklin Santos. Já li dois dos seus livros (resenha AQUI e AQUI) e estou ansiosa para ler o terceiro. 

"- E a profissão da senhora?

- Secretária.
[...]
- A senhora agora tá desempregada?
- Tô desempregada, porque eu tinha emprego e agora parei de trabalhar."

9. Profissão: Leitor! Um livro que você abandonou ou que te decepcionou totalmente.
Não me sinto culpada por abandonar livros. Tá chato? Abandono mesmo, sem pena. Não vou falar sobre cada um agora, pois ainda pretendo fazer uma postagem falando sobre meus abandonados do skoob

10. Redundância Um livro que você considera "mais do mesmo".
Fonte: https://silenciocontagiante.wordpress.com/tag/romances-eroticos/
Destes só li a trilogia 50 tons. Mas eu considero romances hot mais do mesmo. Parece que é sempre a mesma história. Mas essa é MINHA opinião galera. Sei que tem quem goste e tudo o mais. E sei que devem existir hots inovadores. Mas, enfim...

11. Ninguém pode saber! Um livro da estante que você esconderia de tão precioso!
Esse está escondido, hahhaha. Não falo para ninguém que eu tenho, pois não quero alguém pedindo emprestado. Esse livro é a coisa mais linda do mundo. Eu li ele em um book tour e assim que terminei, tratei de comprar um exemplar autografado para mim, hahahahha. E tem resenha dele AQUI


12. Eu nunca fiz isso! Um livro que você tem vergonha de ter lido.

Não tenho vergonha de ter lido, mas... quando penso que perdi horas lendo a trilogia, horas em que eu podia estar dormindo, comendo, ou fazendo outra coisa, fico bem chateada hhhahahhahha 


13. Cooorre! Um livro/autor que você não leria de jeito nenhum.
Não lerei. Não lerei. Não lerei. 


14. Atrás dela! Cite uma personagem determinada.
Escolha Sua Vida é um livro auto ajuda que conta a história real da autora Paula Abreu. Olha, acho que nunca vi uma pessoa tão determinada assim. E tem resenha AQUI


15. Um autor que você perseguiria até não aguentar mais! (ou seja, leria até a lista de compras)
Poderia aqui falar novamente do Franklin Santos, mas optei por falar dessa autora que eu conheço faz pouco, mas que já me encantei pelo trabalho. É a Larissa Siriane. Já li 3 dos seus livros: As Bruxas de Oxford, O Coração da Magia e Toda Garota Quer (em breve resenha deles) e me encantei por todos. Então quero ler os outros livros dela também, ahhahahha 


Nunca viu essa senhora? Assista o vídeo!


Vou indicar o Marcos, do Desbrava(dores) de livros, a Ane do Ane-Chan Shizen, o Marco do Devorador de Letras e a Tami, do Meu Epílogo. Mas sintam-se todos a vontade para fazer a tag :) 

E por hoje fico por aqui pessoal. Já leram algum dos livros? Já conheciam a tag? Já haviam visto o vídeo? Complicado né? 

Um beijão e até a próxima!!!