sábado, 30 de janeiro de 2016

Eterna, O Som do Amor - Bianca Souza

Oiii povo, tudo bem com vocês???

Hoje estou aqui para falar de um livro que estava na minha lista de desejados há muito tempo. Mas um dia conversando com a autora, perguntei se o livro era hot por algum motivo achei que pudesse ser.Ela disse que haviam sim algumas cenas. Como vocês sabem que eu fujo desse estilo, tirei o livro da minha lista. 

Foi então que a autora lançou O Canto do Cisne ( RESENHA ) e eu me apaixonei. Então pensei: "Por que não dar uma chance ao outro?" E o que eu posso dizer de tais cenas? Acho que são apenas duas e elas são tão leves e escritas com tanto bom gosto que eu não me incomodei nem um pouco. 

Mas novamente eu estou enrolando não é mesmo? Então vamos a resenha? 


Título: Eterna, O Som do Amor 
Autora: Bianca Souza
Páginas: 332
Compre na AMAZON
SKOOB
Sinopse: Bernardo Milano é um violoncelista talentoso que tem sua vida arrancada de forma abrupta: é assassinado no dia de sua estreia como solista no Theatro Municipal de São Paulo. 
O crime choca todo o país, em especial a cientista Cecília Ferreira que sem saber, faz um trato com uma entidade voodoo. Bernardo desperta de seu túmulo, mas o milagre vem acompanhado de uma maldição: se de dia ele vive, à noite sua verdadeira face cadavérica é exposta.
Contra todas as (im)possibilidades, Cecília e Bernardo recebem do destino uma segunda chance. Conseguirão burlar a morte e fazer com que esta não se revele um caminho sem volta?



Minha Opinião: Eterna é um romance sobrenatural diferente de tudo o que já li. É a história de amor de uma mulher e um morto-vivo. Tenso? Bem, a verdade é que até eu me apaixonaria por esse zumbi. 

Confesso que nas primeiras páginas achei que a autora estivesse pirada. É muita coisa junta: Arte, zumbis, morte, mistério, fantasmas, poção de ressucitar os mortos... Mas aí eu lembrei que a autora sempre gosta de fugir do lugar comum, então aceitei que essa seria uma viagem única. E o que eu ganhei foi um passeio muito bacana por essa história pra lá de especial. 

O livro começa nos contando a história de Bernardo, um famoso músico que é brutalmente assassinado. Um ano se passou desde a sua morte e o assassino ainda não foi encontrado.

Vivendo alheia a tudo isso, existe Cecília, uma cética cientista. E ela acabou de ter uma noite ruim, ao sair com um babaca. Por que ela não pode viver um amor? Ela é linda, jovem, decidida, sexy... afinal, o que há de errado com ela? 

E então nessa noite, o cetismo de Cecília é posto a prova. Ela tem a chance de "firmar um contrato" e encontrar o amor da sua vida. Mas tudo tem seu preço. Estaria ela disposta a pagar? 

No outro dia pela manhã, ela encontra Victor, nada mais nada menos, que Bernardo. Mas ele apenas é "vivo" durante o dia. A noite, ele volta a ser o mesmo defunto anterior. 

E nosso romance se desenvolve a partir disso. Seria o amor capaz de superar tudo? Até as coisas mais estranhas e bizarras? 

Como eu já havia dito lá em O Canto do Cisne, a escrita da Bianca é super simples. Mas eu acho isso bastante agradável, embora acredite que neste livro em especial, sua narrativa poderia ter sido um pouco mais... na falta de uma palavra melhor, rebuscada. Então pode ser que alguns leitores mais experientes se incomodem um pouco ou não. Mas para os jovens leitores, o livro flui facilmente. 

Me encantei por cada um dos personagens adoráveis e odiei aqueles que deveria odiar. Víctor ou Bernardo, se preferir, é um cara adorável. Fofo, inteligente, músico, lindo, educado... tem desses no mercado para vender? A Cecília é uma personagem que gostei muito. Ela é forte e frágil, decidida e indecisa ao mesmo tempo. O tipo de pessoa palpável e que eu gostaria de ver mais em romances. 

Incluir outras artes além da literatura em suas obras também é um grande diferencial. Ponto para a autora. 

Apesar de tudo indicar o que aconteceria no final, fiquei um pouco chocada. E triste. E feliz. E confusa. Então já tratei de adquirir o spin off da obra e pretendo ler em breve. 

Então só para encerrar, eu digo que indico sim a obra. Para aqueles que gostam de romance e até para aqueles que não gostam, mas que queiram dar uma chance para um romance um tanto inusitado. Espero de coração que vocês curtam. 

E por hoje é só isso povo lindo. Vocês já conheciam o livro? A autora? Me contem! 

Um beijão e até a próxima!!!! 

quarta-feira, 27 de janeiro de 2016

A 5ª Onda : Livro X Filme

E aí povo lindo, tudo bem com vocês??? Estava morrendo já de saudades :3 


video


Mas agora aqui estou eu novamente.... 

E hoje vim com uma postagem super especial. Estou aqui para falar do filme e do livro A 5ª Onda. Sim, eu tinha mais resenhas atrasadas, mas queria um dia pelo menos, falar sobre algo que está super em alta, já que eu sou sempre a atrasada que conhece as modinhas depois que elas já se tornaram obsoletas. Ok, parou a sessão resmungo hahhahah. 

Para quem está perdido e não sabe do que estou falando, que tal conhecer???? 

Título: A 5ª Onda
Autor: Rick Yancey
Editora: Fundamento
Páginas: 368
SKOOB
Sinopse: Depois da primeira onda, só restou a escuridão. Depois da segunda onda, somente os que tiveram sorte sobreviveram. Depois da terceira onda, somente os que não tiveram sorte sobreviveram. Depois da quarta onda, só há uma regra: não confie em ninguém. Agora A QUINTA ONDA está começando... Cassie está sozinha, fugindo dos Outros. Ela vive em uma Terra devastada, onde qualquer pessoa, até mesmo uma criança, pode ser o inimigo. Um inimigo que parece humano, que espreita em todos os lugares, pronto para aniquilar os últimos sobreviventes. Permanecer sozinha é permanecer viva - Cassie acredita nisso até encontrar Evan Walker. Mas será que ela pode confiar nele? Será que ele pode ajudá-la a resgatar o irmão? Chegou o momento em que Cassie deve escolher entre a esperança ou o desespero, entre enfrentar os Outros ou se render ao seu destino, entre a vida ou a morte. Entre desistir ou lutar!

Título: A 5ª Onda
Atores Principais: Chloe Grace Moretz, Nick Robinson, Alex Roe... 
Dirigido por: J Blakeson
Distribuidor: Sony Pictures
Sinopse: A Terra repentinamente sofre uma série de ataques alienígenas. Na primeira onda de ataques, um pulso eletromagnético retira a eletricidade do planeta. Na segunda onda, um tsunami gigantesco mata 40% da população. Na terceira onda, os pássaros passam a transmitir um vírus que mata 975 das pessoas que resistiram aos ataques anteriores. Na quarta onda, os próprios alienígenas se infiltraram entre os humanos restantes, espalhando a dúvida entre todos. Com a proximidade cada vez maior da quinta onda, que promete exterminar de vez a raça humana, a adolescente Cassie Sullivan (Chloe Grace Moretz) precisa proteger seu irmão mais novo e descobrir em quem pode confiar. 

Então pessoal, eu conheci essa história pelo trailer do filme. Afinal, a Fundamento não é uma editora que eu possa dizer que acompanho. Mas estava eu lá no cinema, me preparando para olhar sabe-se lá que filme, quando de repente, começa esse trailer... 

                       

Fato que quando sai do cinema fui correndo conferir que história era essa. E só aí descobri o livro. E coloquei como meta que o leria antes de ver o filme. E aos 45 minutos do segundo tempo... sim, consegui terminar de ler antes que as luzes do cinema se apagassem. 

                       

Bem, vamos lá... 

Minha Opinião:

História: A 5ª Onda nos apresenta alienígenas diferentes. Elas não descem de espaçonaves. Eles não são verdes. Eles não falam Italiandarim. Eles são os Outros. Estão presentes aqui. Se você que está lendo essa postagem for um deles, eu me rendo e pode me apresentar seu mestre. E eles resolveram acabar com os humanos. Assim, simples desse jeito. E para isso, eles tem um plano: Passo nº1 : Deixe os humanos sem eletricidade, sem meios de locomoção,... Passo nº 2: Utilize a força da natureza para acabar com os mais desavisados ainda tentando entender como foram capazes de comandar mares, terras e tudo o mais, mas enfim Passo nº 3: Mate os mais fracos através de uma doença terrível. Passo nº 4: Deixe que a desconfiança mate aqueles que restaram. Passo nº 5: A QUINTA ONDA. 
O problema é que esse plano é bom, mas falho: "...se não matar todos nós de uma vez, não serão os fracos que vão sobreviver."
E é aí que a nossa história começa. São poucos os humanos sobreviventes. Mas esses poucos, estão dispostos a tudo para salvar a humanidade, ou o que resta dela. " No momento em que decidirmos que uma pessoa não importa mais, eles venceram." 
A adaptação do filme ficou bastante boa. Há pouquíssimas mudanças do enredo original. E achei que todas as mudanças fizeram bem para o andamento da história. Então ponto positivo para o filme. 



Mistério: Se alguém aqui já leu esse livro, mas não descobriu o mistério... não quero te ofender, mas... você estava mesmo distraído não é? Qual é galera, não tem mistério. Não no livro pelo menos. São tantos personagens narrando a história, que só não enxerga a verdade quem não quer. E para esses, eu tenho um recado: VOCÊS NÃO ESTÃO PREPARADOS PARA O APOCALIPSE ALIENÍGENA. 
Já no filme, o mistério até pode permanecer um pouco mais "misterioso" ohohoho, mas nada que não seja descoberto fácil, fácil... 

Personagens: Um ponto para o autor é que seus personagens foram muito bem construídos. A Cassie é uma menina durona, mas ainda assim, se derrete ao ver um rostinho bonitinho. Ben garoto por quem ela é apaixonada também é super engraçado e carismático. Mas tiro o chapéu para a Esp. Essa garota que já chega chegando, colocando todo mundo em seu devido lugar e sabe jogar xadrez. Casa comigo menina? " - E não quero nenhum comentário humilhante, sexista e machista. " 
Infelizmente, no filme, esses personagens não brilham devidamente. Tenho horror a garota que fez Cassie. Para mim, ela é igual a Kristen  . Tá sempre com aquela boca aberta. 

E o que fizeram com a Esp? Estereotiparam tanto a garota que olha... Como se para ser durona, você precisasse estar sempre com litros de lápis no olho e tivesse que ter uma postura intimidadora. Eu tenho essa carinha meiga e sou o capitão nascimento se quiser. 
Odiei a escolha do Alex também. Nada a ver. Nada a ver. Viajaram. 

Final/Explicações: Achei que muitas perguntas ficaram em aberto no livro. Mas em partes, eu aceito isso, já que há continuação que eu pretendo ler em breve. Mas tiveram muitas coisas que ficaram sem sentido e acho que não voltarão a ser abordadas no próximo volume. O final do livro é tipo a tosquice do universo. E eu jogo minhas fichas que é por causa desse tipo de coisa que os ETs resolveram invadir a Terra e acabar com a humanidade.
No filme, por incrível que pareça tudo é bem explicado. Lembram que eu disse que fizeram alterações que melhoraram o andamento da história? Então... 
" - Nós não acabaríamos com toda uma raça. 
- Ah, acabariam sim. Vocês fazem isso todos os dias. " 
E o final do filme é bem mais justificável. Claramente um pedido para que os alienígenas nos perdoem por nossa tamanha tosquice. 



Mensagens/Referências: A 5ª onda é uma história para adolescentes. Ponto final. Não adianta chorar, espernear, gritar e pedir para a mãe trazer a toalha. Mas com isso não quero dizer que ela seja ruim. Não é galera. Não é mesmo. Mas o público alvo é a galera jovem. Por isso, acho muito bacana as mensagens que o livro aborda. Sobre o que fizemos até hoje com a Terra, sobre família, lealdade, perdas, sobre seguir em frente...
 Há ainda diversas referências no livro que tornam a história ainda mais bacana para os jovens leitores e também para os velhinhos já que podem ver suas obras favoritas citadas atualmente. Há referências de Exterminador do Futuro, Star Wars.... 
Mas claro que também tem seus poréns. E como tem. E falarei disso no tópico a seguir. 

Tópico para que os fãs passem a me odiar, abandonem a postagem, denunciem abuso.... Então vamos lá que nem tudo é perfeito nesse mundo. Apesar da história ser diferente do que vemos atualmente - DISTOPIAS - ROMANCE SOBRENATURAL - DISTOPIA - ROMANCE SOBRENATURAL.... Ela não é assim tão original. Temos claramente o clichê da garota que parece normal, mas que "O medo não parou Cassie Sullivan, como acontecia com alguns seres humanos. O medo clareava seu raciocínio, fortalecia sua vontade, definia suas opções." Conhecem? Eu também. Temos ainda o estereótipo da menina que está super bem. Até que aparece O cara. E esse cara parece malvado. Mas ele a protege tanto. E olha que até então ela nem precisava de proteção... O bonzão que não queria ninguém. E aí surge ela. E ele se apaixona a primeira vista. E prefere morrer a perdê-la. E foquem que ele nunca a teve. 
E quando o cara bonzão começa a correr feito um louco pela floresta? Juro que eu esperava ele escalar a árvore a lá Crepúsculo. Então sim, temos algumas cenas bem crepusculescas nesse filme. 



Veredito final: Tanto o filme quanto o livro tem seus pontos fracos e fortes. Ambos são bacanas e merecem uma chance. Mas eu preciso dizer que na maior parte do tempo, preferi o filme. Me condenem. Podem me apedrejar em praça pública. "Traidora" , "Falsa leitora", "Herege" , mas essa é a verdade para mim. O que não quer dizer que não tenha curtido o livro. Curti sim. Tanto que já quero o segundo volume. E aguardo ansiosa o terceiro. Embora, não acredite que há história para isso tudo. 

E eu vou me despedindo galera. Sei que a postagem ficou gigantesca, então agradeço a quem chegou até aqui. Mas eu estava tão ansiosa para falar dessa história antes que todos os meus amigos blogueiros falassem. E tinha tanta coisa para falar. E tem tanta gente curiosa para conhecer essa história... enfim, são muitos motivos. Então eu digo: leia o livro. E assista ao filme. Você não irá se arrepender. 

Um beijão em todos vocês e até a próxima. 

segunda-feira, 25 de janeiro de 2016

Aniversário e mudanças no blog

Oiiii povo, tudo bem com vocês??? Estou passando correndo aqui para dar alguns recadinhos. 

Estou mais afastada ainda do mundo online nos últimos dias por que meu chefe está no hospital. Então estou trabalhando no meu horário e no dele também. Então nem preciso dizer que estou exausta não é mesmo? Mas ele está fazendo só mais alguns exames e deve ter alta em breve. 

Então para não deixar isso aqui muito abandonado, dei uma escapadinha hoje. 

Pessoal, no dia 22 foi o aniversário do blog. acreditam que nessa correria eu esqueci? Mas quero agradecer de todo o coração a vocês que me acompanham sempre e que continuam visitando o blog mesmo quando eu não estou presente. 

Vocês já perceberam que eu andei mudando algumas coisas aqui no blog né? Fico muito feliz que tenham gostado =D Na verdade não mudei o modelo do layout, pois realmente gosto dele. Só mudei as cores, pois já estava enjoada daquele verde de sempre hehehh. 

Além disso, acrescentei algumas coisinhas novas aqui. Coloquei a caixa de pesquisa bem no topo da lateral. Assim se vocês quiserem procurar determinada coisa fica bem mais fácil. Coloquei a aba do skoob que mostra o que eu estou lendo, assim vocês podem acompanhar minhas leituras. Adicionei os marcadores também, que fica mais fácil para achar determinado assunto. Lá no final da página há a aba onde mostra os meus desejados do skoob. Assim vocês ficam por dentro de quais serão minhas próximas aquisições. A página Resenhas também foi modificada. Deixei de colocá-las na ordem em que foram feitas. Estou colocando-as em ordem alfabética agora. Mas não estão todas em seu devido lugar ainda. Agora nas postagens, também há a opção de compartilhar no facebook, twitter ou google +. Então quando gostarem muito de algo, podem compartilhar =D 

Estou com três resenhas para postar: "Senhora"; "Eterna" e "A 5ª Onda" e também quero falar dos filmes "Expresso do Amanhã" e "A 5ª Onda" . Então espero poder fazer isso logo. Mas só para adiantar, tanto os filmes quanto os livros são bastante legais, cada um com características diferentes, mas que vale conferir. 

E por hoje eu fico por aqui pessoal. Um beijão 

quinta-feira, 21 de janeiro de 2016

Lançamentos de janeiro das Editoras Arqueiro e Sextante

Oiii pessoal, tudo bem? 
Vamos conferir alguns dos lançamentos das Editoras Arqueiro e Sextante? São muitas novas histórias neste mês, então vou falar um pouquinho dos que mais chamaram a minha atenção. Mas para conferir todos eles, basta apenas entrar nos sites das Editoras Arqueiro e Sextante


Sextante

Muita gente tem uma ideia totalmente errada de como as pessoas enriquecem. Poucas vezes é uma herança, um diploma de pós-graduação ou mesmo a inteligência que constrói uma fortuna. Com mais frequência, ela resulta de trabalho duro, economias disciplinadas e um padrão de vida adequado.
Em Dinheiro: os segredos de quem tem, o consultor Gustavo Cerbasi explica o que fazer para começar agora mesmo a equilibrar as contas e se aproximar da tão sonhada independência financeira. Ao simplificar temas como aposentadoria, investimentos e empreendedorismo, ele mostra que, com conhecimento e organização, qualquer pessoa pode conquistar um futuro sólido e tranquilo. 
Logo no início do livro, você poderá fazer um teste para descobrir qual é o seu perfil financeiro. A partir daí, ficará mais fácil aplicar os novos conhecimentos às suas reais necessidades. 
Cerbasi faz um alerta contra as armadilhas financeiras do dia a dia, sugerindo maneiras práticas de reduzir as despesas e gerenciar melhor os ganhos. Ele também destaca a importância de se ter uma postura voltada para a prosperidade. 
O caminho para a riqueza depende muito mais das decisões que as pessoas tomam em seu cotidiano do que dos bens que possam vir a acumular. Reveja seu planejamento financeiro e faça o dinheiro trabalhar por você.


“Os jovens têm muito a aprender com esta história, que ilustra que o sucesso não é fruto do acaso, e sim do trabalho duro e da disposição para correr atrás de seus sonhos.” – Flávio Augusto, autor de Geração de Valor
“Somos nós que construímos nosso futuro, que nos preparamos para os imprevistos. As oportunidades são infinitas, mas poucos se preparam como poderiam para aproveitá-las. Este deveria ser mais do que um livro de cabeceira, talvez a leitura inicial de todo aquele que quer empreender, enriquecer ou transformar sua vida.” – Gustavo Cerbasi, autor de Casais inteligentes enriquecem juntos
Você sabe qual é a diferença entre a sorte e a Boa Sorte?
Se você sempre acreditou que a sorte é uma questão de acaso, esta história inspiradora vai lhe mostrar que ela nada tem a ver com um acontecimento fortuito e que cabe a nós criarmos as condições para que ela aconteça em nossa vida.
A Boa Sorte começa com o reencontro de dois amigos de infância que não se viam havia 50 anos. Um deles se tornou muito bem-sucedido, enquanto o outro não soube aproveitar as oportunidades que teve. O segredo daquele que foi próspero sempre esteve em uma fábula que seu avô lhe contava quando era criança e que lhe serviu de guia ao longo dos anos.
Publicada em mais de 60 países e comparada a clássicos como O Alquimista e Quem mexeu no meu queijo? , esta fábula mostra como criar as condições favoráveis para o sucesso mesmo nas circunstâncias mais difíceis.



Arqueiro

Ao internar a filha numa clínica, o pai de Brit acredita que está ajudando a menina, mas a verdade é que o lugar só lhe faz mal. Aos 16 anos, ela se vê diante de um duvidoso método de terapia, que inclui xingar as outras jovens e dedurar as infrações alheias para ganhar a liberdade. 
Sem saber em quem confiar e determinada a não cooperar com os conselheiros, Brit se isola. Mas não fica sozinha por muito tempo. Logo outras garotas se unem a ela na resistência àquele modo de vida hostil. V, Bebe, Martha e Cassie se tornam seu oásis em meio ao deserto de opressão. 
Juntas, as cinco amigas vão em busca de uma forma de desafiar o sistema, mostrar ao mundo que não têm nada de desajustadas e dar fim ao suplício de viver numa instituição que as enlouquece.




Nos salões de um castelo, uma confidente leal guardou por muitos anos os segredos de uma rainha linda e melancólica, uma princesa que só queria ser livre e uma mulher que sonhava com a coroa. Esta é sua história.
Ambientada em meio ao luxo e às agruras de um reino medieval, esta releitura de A Bela Adormecida consegue ser fiel ao clássico ao mesmo tempo que constrói uma narrativa recheada de elementos contemporâneos. Nessa mescla, os dramas de seus personagens – um casal infértil, uma jovem que não aceita viver em uma redoma e uma família despedaçada pela inveja – tornam-se atemporais. 
Quando a rainha Lenore não consegue engravidar, recorre aos supostos poderes mágicos da tia do rei, Millicent. Com sua ajuda, nasce Rosa, uma menina linda e saudável. No entanto, a alegria logo dá lugar às sombras: o rei expulsa de suas terras a tia arrogante, que então jura se vingar. Seu ódio se torna a maldição que ameaça a vida de Rosa. Assim, a menina cresce presa entre os muros do castelo, cercada dos cuidados dos pais e de Flora, a tia bondosa e dedicada do rei que encarna a fada boa do conto original. 
Mas quando todas as tentativas de proteger Rosa falham, é Elise, a dama de companhia e confidente da princesa, sua única chance de se manter viva. E é pelos olhos dessa narradora improvável que conhecemos todos os personagens, nos surpreendemos com o destino de cada um e descobrimos que, quando se guia pelo amor – a magia mais poderosa do mundo –, qualquer pessoa é capaz de criar o próprio final feliz.



Uma surpresa da Editora Arqueiro para seus leitores. 
Eternamente Você é um conto gratuito que se passa entre os livros 1 e 2 da trilogia que se iniciou com Desejo Proibido.
Quando conheceu o arrogante presidiário Wesley Carter em Desejo Proibido, a professora Kat Lane sentiu um misto de atração e ódio. Mas, à medida que o relacionamento entre eles se intensificou, ela descobriu um novo lado de seu aluno e se apaixonou por ele.
Agora os dois resolvem se casar, mas a mãe de Kat não fica nem um pouco satisfeita com a notícia do noivado. Além disso, Carter acaba de assumir a presidência da empresa da família, uma grande responsabilidade em sua nova vida fora da prisão, e precisa apoiar seu melhor amigo, que não consegue se livrar das drogas. 
Equilibrar problemas pessoais, da família e de um negócio de bilhões de dólares não deixa muito tempo para o casal aproveitar a vida a dois.
Em meio a esse turbilhão, será que Carter e Kat vão conseguir manter a chama da paixão acesa?

Baixe GRÁTIS AQUI

E então por hoje é isso pessoal. O que vocês acharam dos lançamentos? Eu estou querendo Enquanto Bela Dormia, já coloquei na lista O que há de estranho em mim e já baixei o conto grátis. E vocês? 

Um beijão e até a próxima!!!

segunda-feira, 18 de janeiro de 2016

Tag Viajando com papel e tinta

Oii pessoal, tudo bem??? Eu sei que estou beeeeem, beeeem sumida. Mas é que meu marido está de férias, então estamos aproveitando para passar mais tempo juntos. Own o amor essa coisa linda 

Mas está tudo bem aqui. Tudo ótimo melhor dizendo =D 

Mas para que vocês não sintam muitas saudades minha, dei uma fugidinha e vim aqui trazer pra vocês mais uma tag :)
A tag foi criada pelo blog Viajando com Papel e Tinta e é uma tag bem original. E nada melhor do que aproveitar a época de férias para uma tag dessas não é mesmo? Vamos conferir??? 


"Em relação a leitura um fato é inegável: ela nos faz viajar, conhecer lugares que nunca imaginamos existir, faz com que nos desliguemos do “mundo real”... Pensando nisso resolvi criar a TAG Viajando com Papel e Tinta, com perguntas relacionando livros e viagens." Ana

1. Extravio de Bagagem: um livro que você emprestou e nunca mais viu.
Já contei essa história triste aqui várias vezes. Um dia, emprestei minha coleção de HP para um amigo. Ele se mudou para outro estado e levou junto. Ai que dó. Desde então só empresto livros para a minha cunhada ou sogra, pois se elas não devolverem meu marido que dará jeito hahaha. Mas elas são super cuidadosas com meus livrinhos. 

2. Hora do lanchinho: um livro com comida na capa ou no titulo.
Esse é um livro que eu tenho no meu kindle, mas que ainda não li. Mas gente, esse título chama a atenção, não chama? 

3. Turbulência: um livro que balançou suas estruturas (interprete como quiser).
Poderia citar vários. Mas com certeza Um Novo Amanhecer, da Cínthia Freire é o livro que mais mexeu comigo. Comecei a chorar na primeira página e depois que terminei de ler, fiquei dias chorando. E a resenha, vocês podem conferir AQUI

4. Cochilo: um livro que te deu sono...
Perdida, da Carina Rissi. Ok, podem me julgar. Mas achei esse livro super fraquinho, chato, ideal para tirar um cochilo hahahhaha. A resenha dele está 

5. Viagem atual: livro(s) que está lendo.
Vocês sabem que eu sou tipo meio surtada e leio vários livros ao mesmo tempo. No momento estou lendo estes e também um de poesia, O Perfume das Palavras, mas que não está cadastrado no skoob. 

6. Próxima viagem: qual próximo livro que pretende ler.
O próximo livro que vai para a aba lendo no skoob, será o livro Uma Curva no Tempo. Assim que eu concluir a leitura de Em Busca das Borboletas, irei ler esse. 

7. Uma viagem quer muito fazer: um livro que quer muito ler.
Difícil escolher um só livro com tantas opções. Mas já que falou em viagem, vou escolher O Símbolo Perdido do Dan Brown, que é um autor que sempre nos faz viajar. Esse livro eu ganhei do natal do maridão e é um dos poucos que ainda não li desse autor que eu simplesmente adoro. 

E então por hoje é só pessoal. Vocês já conheciam a tag? Já leram algum dos livros? Como estão de férias? 

Um beijão e até a próxima!!!! 

sábado, 16 de janeiro de 2016

Contos lidos #4

Oiiii povo, tudo bem com vocês??? 

Hoje estou aqui para falar de mais alguns contos que andei lendo. Vamos conferir? 

Desamor - Marcia dantas 
Amazon
Como o conto é super curto, tudo o que falar sobre a história pode ser spoiler. Então vou usar a sinopse disponibilizada no site da Amazon: " Juliana esperou a vida inteira pelo príncipe de seu conto de fadas particular. Mas acabou descobrindo que podia ser a protagonista de sua história. " 
Já conheço alguns outros trabalhos da autora (Antologia ridículas cartas de amorTexto produzido para o Dia da Mulher) e gosto muito. Não apenas por que a Marcia tem uma escrita fluída e gostosa. Gosto principalmente, por que a autora sempre coloca belas lições em suas histórias e temos sempre protagonistas superando seus medos e desafiando as convenções sociais. Indico a todos. E hoje ele está grátis na Amazon. E se conto Ainda estou aqui também está gratuito. Aproveite!


Marcele e Bernardo - Janaina Rico
Quando vocês olham para essa capa, o que vocês pensam? Num casal fofinho, engraçadinho, um romance juvenil talvez. Estou certa? Pois esqueçam isso. Fui ler esse conto com esse pensamento e... er, as coisas não foram nada legais. Marcele e Bernardo, conta a história de Marcele, uma mulher que já conheceu todos os tipos de homens, menos O cara. E então ela conhece Bernardo e ele parece ser o cara ideal. Mas a gente sabe que expectativas nem sempre são atingidas...
A autora tem uma escrita legal, super fluída e até engraçada. E apesar da premissa parecer clichê, ela não é. Primeiras impressões nos enganam não é mesmo? 
Mas apesar disso, tive mais pontos negativos do que positivos. A impressão que eu tinha era que o livro havia sido escrito por um homem com muito machismo enraizado. Há tantas passagens terríveis, como quando o moço resolve embebedar a moça para rolar algo mais, ou quando ela inventa uma dor de cabeça para faltar o emprego e ir se arrumar para encontrar com o cara, ou quando ela evita sexo, por que homem só namora com mulher que se faz de difícil. 
Anotei um milhão de trechos durante a leitura e meu comentário no kindle foi " é sério produção? É isso mesmo?" . A gente sabe que realmente existe relacionamentos assim, homens e mulheres assim. Mas nós não estamos tentando desconstruir? Não seria a literatura uma ótima ferramenta para mudar conceitos? 
Mas não, tudo acontece dessa forma mesmo. Um estereótipo que já estou cansada de ver em livros, filmes, e afins. Da mulher que só tem um desejo na vida: Um homem. 
Pelo menos, não encontrei um cara certinho no livro, o que cá entre nós, já é um ponto positivo. 


Um amor para ti - Joseph Meyer
Não tenho muito o que falar sobre esse conto. Não gostei. Mas também não detestei. Achei ele fraquinho só isso. Através desse conto, conhecemos a viagem de um casal que está junto há muito, muito tempo.... A sinopse até que é legal, mas não achei que o conto cumpre o prometido. 


E então por hoje é só pessoal. Já leram algum dos contos? Se interessaram por algum? Me contem! Ah e me indiquem contos =D 

Beijos e até a próxima!!!! 

quarta-feira, 13 de janeiro de 2016

Você está vendendo machismo #Desabafo

E aí povo, tudo bem com vocês??? Aqui está tudo certo. Estou mal humorada, mas enfim, vamos lá que eu explico o motivo. 

Tem uma coisa que vem me incomodando bastante. As propagandas. 

Não, não estou falando por que os comerciais ocupam nosso tempo, por que precisamos pulá-los para ver algum vídeo, por que precisamos trocar de canal. ok que isso é chato. Mas estou aqui para falar de algo mais grave do que isso. 

Estou aqui para falar de todas essas propagandas machistas que rolam por aí. É demais gente. Na época do dia das mães o que é anunciado? Máquinas de lavar, fogão, geladeira. Quando é anunciado um produto de limpeza, qual é o consumidor na propaganda? A MULHER. Claro né. Tudo o que minha mãe quer ganhar de presente é pano de prato e na minha casa só quem usa detergente sou eu. SQN. 

E é impossível negar: A propaganda interfere sim no pensamento das pessoas. Ela induz sim as compras e a determinadas atitudes. Não fosse esse o caso, não teríamos tanto investimento em publicidade. 

São muitas propagandas do tipo. Um exemplo fácil são aquelas propagandas da cerveja Itaipava. Essas, a família tradicional acha perfeitamente normal. 


Vamos tornar a mulher um objeto. Vamos falar para esses machos que a mulher que atende em um restaurante, bar, boteco ou sei lá, também é um produto. Publicitários, joinha para vocês. SQN. 

Para vocês terem noção do quanto essa propaganda é perigosa, no ano passado, havia um anúncio em uma lancheria de Tramandaí (praia aqui do sul) que anunciava uma vaga para garçonete estilo Verão. Como assim tio??? 

Eu já trabalhei como garçonete e sei que o assédio acontece mesmo. E são propagandas como essa, que incentivam isso. 

Mas não pensem que são apenas propagandas desse tipo de produto que incentivam o machismo de cada dia. 



Vejam essa propaganda do MEC que deveria estar incentivando o estudo, falando sobre futuro e tudo o mais. Mas não. Incentivar a dependência de um relacionamento é mais importante. Que tipo de namorado é esse que termina um relacionamento por causa dos estudos da mina? Sério mesmo? Bem, quem perde é ele. E mina dá para perder o namorado de novo. Se dá. E como dá. Quem não te incentiva não é importante. E um aviso para o MEC: Uma pátria educadora não se faz com propagandas machistas. 


Se até o MEC está promovendo esse tipo de coisa, então  o que esperar de outros? 

Bem, mas sempre há uma esperança não é mesmo? Empresas que vendem produtos femininos devem fazer propagandas feministas não é mesmo? Na verdade, não é bem assim. E a propaganda do O Boticário vai mostrar isso na prática. 

 

Aparentemente, um relacionamento só acaba por que a mulher deixou de se cuidar. Deixou de ser bonita. E o macho alfa? Ah, esse quer uma mulher bela, perfumada, maquiada. Então mulheres "mantenham-se sempre lindas para não perder seus maridos" SQN né galera. A gente sabe que relacionamento acaba por inúmeras razões. 
E na minha opinião, essa propaganda ofende homens e mulheres. As mulheres pelos motivos que já citei acima e os homens por que a propaganda passa a imagem de que o homem é fútil o bastante para terminar por causa da aparência e se arrepender pelo mesmo motivo. 

Confesso que fiquei bem triste com essa propaganda. Justo O Boticário, que havia feito lindas e importantes propagandas antes, erra tão feio assim. 

É claro que a propaganda, assim como tudo, vai mudando com o tempo. Coisas que antes eram permitidas, agora não são mais. Como por exemplo, as propagandas que incentivavam o uso do cigarro. Hoje elas são proibidas e na embalagem do produto, há imagens que informam seus efeitos nocivos. 

Então ainda espero que essas propagandas machistas, um dia sejam vistas como absurdas. 

Separei algumas propagandas antigas para vocês darem uma olhada. 


Mais cedo ou mais tarde sua esposa vai dirigir. Então adquira um Volkswagen. Afinal, ela vai bater, mas nossas peças são baratas. 


Seu marido vai bater em você, se não usar X marca


O chefe faz quase tudo, só não cozinha. É para isso que servem as esposas. 

Sinceramente, será que elas são tão diferentes das atuais? 


CAIA NA TENTAÇÃO


Algo como: "Tarifas quentes e tripulação também. "

Colegas publicitários, será que não dá para usar da criatividade no lugar do machismo? Será que não dá mesmo para deixar de usar a mulher como um produto??? 

Eu fico por aqui hoje pessoal. A postagem ficou enorme, eu sei. Mas como pessoa, mulher, feminista e estudante de marketing, eu não podia me calar. 

Mas e vocês, o que pensam sobre o assunto? 

Um beijo e até a próxima!!! 

terça-feira, 12 de janeiro de 2016

5 livros para ler nas férias

Oiii povo, tudo bem com vocês??? Todo mundo está de férias???? Eu estou. Pelo menos na facul hahaha. Pensando nisso, resolvi fazer aquela velha tag dos 5 livros para ler nas férias. Não sei quem criou essa tag, mas se alguém souber, pode me dizer que dou os devidos créditos. 

Bem, mas como eu sou a diferentona hahahha, essa lista será um pouco diferente. Todas as listas que eu vi, mostravam sempre livros leves, curtos, de fácil leitura. Só eu que acho que férias combinam com livros densos? Enormes? Daqueles que a gente demora mais de uma semana para ler? 

Sim, só eu. 
A diferentona. 
A defensora dos clássicos. 
A cult. 
Aquela que só lê livros de sebo. 
A que defende a literatura nacional. 
A que fala mal dos best sellers. 
A menina que roubava livros. 
A que odeia livros eróticos. 
Aquela que lê autoajuda. 
A pupila de Machado.

Hahhaha , enfim, vocês entenderam. Claro que eu sei, que tem mais uma penca de pessoas que pensam como eu, mas eu não ia perder a piada não é mesmo??? 

Enfim. Vamos para a lista???? 

Os Miseráveis - Vitor Hugo 
Esta obra é uma poderosa denúncia a todos os tipos de injustiça humana. Narra a emocionante história de Jean Valjean — o homem que, por ter roubado um pão, é condenado a dezenove anos de prisão. Os miseráveis é um livro inquietantemente religioso e político. (1512 páginas)



Dom Quixote - Miguel de Cervantes
Na província da Mancha, na Espanha, vive um fidalgo que, de tanto ler histórias de cavaleiros medievais, confunde fantasia e realidade e sai pelo mundo acreditando ser um deles. É acompanhado em suas aventuras por Sancho Pança, seu fiel escudeiro, que tem uma visão prática das coisas, mas é fascinado pela imaginação de seu amo. (609 páginas)



Moby Dick - Herman Melville
O livro traz o relato de um marinheiro letrado, Ishmael, sobre a última viagem de um navio baleeiro de Nantucket, o Pequod, que parte da costa leste dos Estados Unidos - com sua tripulação multiétnica - rumo ao Pacífico Sul, onde encontra o imenso cachalote branco que, no passado, arrancara a perna do vingativo capitão Ahab. (656 páginas)



Crime e Castigo - Fiódor Dostoiévski
Raskólnikov, um jovem estudante, pobre e desesperado, perambula pelas ruas de São Petesburgo até cometer um crime que tentará justificar por uma teoria: grandes homens, como César e Napoleão, foram assassinos absolvidos pela História. Este ato desencadeia uma narrativa labiríntica que arrasta o leitor por becos, tabernas e pequenos cômodos, povoados de personagens que lutam para perservar sua dignidade contra as várias formas da tirania. (553 páginas)


Senhora - José de Alencar 
A obra conta a história do casamento entre Aurélia, moça pobre e órfã que se acaba se tornando herdeira de grande fortuna, e Fernando Seixas, frequentador dos altos círculos da corte, mas incapaz de manter financeiramente sua vida luxuosa. Apaixonada por Seixas em seus dias de pobreza, Aurélia é trocada pelo amado por uma moça com um dote de trinta contos de réis. Em uma das reviravoltas do enredo, Aurélia acaba herdeira de grande fortuna, e atrai Seixas de volta para si, anonimamente, em troca de uma quantia três vezes maior. Na noite de núpcias, ela revela seu expediente e a partir de então, a relação dos dois se torna um jogo mordaz de intrigas, manobras sigilosas e diálogos ácidos e repletos de subentendidos. (336 páginas)

* Estou lendo Senhora, do Alencar. Os outros eu ainda não li, mas pretendo fazer isso em breve. 

Agora vou explicar por que eu acho que a leitura desses livros têm tudo a ver com férias. Afinal, alguns de vocês devem estar achando que eu sou maluca, afinal férias têm tudo a ver com sol, mar, piscina, sombra, água fresca e chick lit. 

Mas, pensem comigo. Durante o ano letivo, somos bombardeados por leituras difíceis para o cursinho, vestibular, faculdade. Não temos tempo para nada. Vivemos ocupados e correndo contra o tempo. Aí, na maioria das vezes, quando vamos ler, preferimos aqueles livros fáceis, leves e rápidos. E aqueles livros enormes, mas que a gente deseja ler, acabam ficando de fora. Por isso, acho que durante as férias, ler essas obras é mais fácil. Estamos livres, com a mente desocupada, temos mais tempo ocioso. Concordam? 

É claro que não espero que alguém leia todos esses livros durante esses meses. Afinal, eles são enormes e de leitura um pouco mais complicada. Mas se lermos um pouquinho, já será muito. 

E por hoje eu me despeço pessoal. Alguém já leu um desses? Alguém tem vontade? Me contem!!!! 

Um beijão e até a próxima!!!!


segunda-feira, 11 de janeiro de 2016

Como se livrar de um Popstar - Evelyn Andrade

Oiii povo, tudo bem com vocês??? Hoje estou aqui para mais uma resenha :) 

Bora?????

Título: Como se livrar de um Popstar 
Autora: Evelyn Andrade
Páginas: 222
Skoob 
Fanpage
Sinopse: Se você ganhasse um concurso para passar dois dias em nova York com seu maior ídolo pop, o que faria?
Essa é a pergunta que Melissa Layonel não consegue responder,não porque ela esteja realmente animada para ir ,e sim porque ela não é nem um pouquinho fã dele e infelizmente pra ela a mesma está indo para Nova York conhecer o Popstar mais famoso do século vinte e um, graças a sua irmã caçula.
Leonardo Henrique é definitivamente o popstar mais idiota e charmoso do mundo, no entanto, a linha entre o amor e o ódio é tênue e o que duas pessoas com defesas quebradas podem fazer quanto a isso?
Dizem que os opostos de atraem, vamos descobrir se é verdade.


Minha Opinião: Não é novidade para vocês que eu adoro livros juvenis. Então quando a Evelyn me procurou para falar sobre o seu livro, fiquei morrendo de vontade de ler. Mas só consegui fazer isso esses dias, devido algumas leituras atrasadas que eu tinha e também por que faz pouco que adquiri meu kindle. Mas eu estou enrolando não é mesmo? Vamos já parar com isso! 

Como se livrar de um Popstar tem uma premissa bem clichê, confesso. Aliás, a maioria desses livros têm essa característica. Mas algumas vezes, alguns conseguem ir além daquilo que esperamos quando lemos a sinopse. O livro da Evelyn foi um desses casos. 

Nesta história, conhecemos a Melissa, uma garota que de cara já mostra que é diferente dessas protagonistas que estamos acostumados. Ela é decidida, forte, cabeça dura, irritante, chata, metida e acha que sempre está certa. Isso é tão eu. Hhahahah. Muitos leitores se irritaram com essa personalidade tão forte, mas eu amei isso na Meli. Garotas não precisam ser sempre dóceis e meigas.

" - Isso é o tipo de coisa que uma dama não deveria dizer. - Ele diz.
Eu sorrio falsamente enquando me afasto dele. 
- Adivinha só? Não sou uma dama. "

Mas claro, que a Meli também tem seu lado frágil. Ela sofre pela perda do irmão e tenta compensar isso fazendo todas as vontades da irmã mais nova. E é dessa forma que ela ganha um concurso para passar dois dias ao lado de Leonardo Henrique, o ídolo da sua irmãzinha. 

Melissa já tem seu julgamento. Leonardo é um otário, como todos esses popstar que conhecemos. Será? Em partes, Meli está certa. O sucesso corrompe algumas pessoas. Mas L.H. também tem um lado menino do bem. 

E agora, será que dois dias é suficiente para Meli acabar com seu pré julgamento? Um final de semana é suficiente para fazer um garoto que tem tudo, se apaixonar? 



Já expressei meu amor e identificação pela Melissa. E só por isso, eu já diria que o livro tem lá seu valor. Mas a Evelyn foi ainda mais longe e conseguiu ganhar ainda mais pontos com essa chata leitora. 

Nós temos um personagem bisexual nessa história. Vocês têm noção do quanto isso é difícil de encontrar? Eu simplesmente adorei. E a cena onde isso nos é apresentado é simplesmente demais. Adorei hahahhaha. 

O Leonardo não é perfeito. Ele faz inúmeras burradas. Como por exemplo, tocar o telefone de Meli fora, para logo depois dar-lhe um novo Grey, é você?. Melissa é abusada em uma festa, mas quem fica ofendido é ele. OI??? Mas a Melissa é Melissa e ela lhe dá uns bons puxões de orelha, informando que ele está terrivelmente errado e que precisa desconstruir esses pensamentos. Awon Meli já amo você. 

A escrita da autora é uma delícia e a leitura flui muito rápido. E depois dá uma saudade desses personagens :) Me diverti muito com a história. 

Não posso falar da edição do livro, já que li em e-book. Mas eu gosto da capa, apesar de achá-la super simples. Encontrei vários errinhos bobos de digitação, que não sei se foram corrigidos para a edição física, mas é possível que tenham sim sido corrigidos. 

E eu acho que era isso mesmo galera. Indico o livro para aqueles que gostam de leituras leves, gostosas e rápidas, mas ainda assim, com um conteúdo bem bacana. Mas não indico para quem está procurando leituras mais densas. Se esse é o caso, essa não é a melhor opção. 

Vocês já conheciam o livro? Gostam do gênero? Me contem. Um beijão e até a próxima!!! 


domingo, 10 de janeiro de 2016

Nova edição de O Alquimista - Paulo Coelho

                                        
  Oiiii povo, tudo bem com vocês??? 

Hoje estou aqui para falar de uma novidade muito bacana, da Editora Sextante :) 




Paulo Coelho foi um dos primeiros autores que eu li na minha vida. E como não podia deixar de ser, me apaixonei logo de cara. Mas infelizmente, ainda não li esse livro. Mas é claro que ele está na minha lista faz um bom tempo. 


E agora, com essa linda edição da Sextante, é claro que eu vou querer adquirir. E você, vai ficar de fora? 




E está na hora de dar tchau :) 

Até a próxima galera !!!!