terça-feira, 18 de novembro de 2014

Entrevista com a autora Cláudia Taulois

Oiii Galerinha. Tudo bem??? Hoje eu trago para vocês a entrevista com a autora Cláudia Taulois. Ela já foi apresentada aqui no blog, nessa postagem Aqui.

Então bora conferir a entrevista???
PE: Cláudia, seja Bem vinda novamente ao blog. Se apresente aos leitores, falando um pouco sobre você.
C: Sou de São Paulo, nasci em 17-10-1970. Casada, com dois filhos que são a minha maior alegria e motivação! Minha família é meu princípio, meio e fim, fonte de referência, razão do meu viver. Sou publicitária e responsável pela área de Comunicação de um banco de investimento. Amo escrever, ouvir música, estar próxima do mar, tomar sol, o verão!
Ao me apaixonar pelos livros, ainda menina, lia muito Sidnev Sheldon, Danielle Steel, Ken Follet e John Grisam. Outros autores dos gêneros se juntaram a estes, compondo uma grande colcha de retalhos, que acabou influenciando um pouco dos temas que permeiam meu universo de criação.
Em minha trajetória como escritora, muitas foram e sempre serão, as pessoas que me influenciaram e influenciam no momento da criação em que os personagens e as histórias começam a ganhar vida dentro de mim.
Libriana com ascendente em aquário.
Visto a camisa, me envolvo, luto até o fim. Detesto mentiras e injustiças. 
Adoro futebol e política. O São Paulo é o meu time de coração.
Uma palavra que me define: persistência!

PE: Quando você resolveu escrever e publicar?
C:Escrevo desde menina. Quando tinha 12 anos, ganhei um concurso da Editora Saraiva, mas não houve publicação. Com o tempo, a vontade cresceu e comecei a buscar opções para publicar. Foi então que descobri o quanto esse universo é restrito e complicado.

PE: Quais foram as dificuldades encontradas?
C:Os trâmites da publicação são sempre a parte mais difícil e costumo dizer que escrever seja a parte mais simples do processo de tornar-se um escritor.
O caminho a ser percorrido após o ponto final é extremamente árduo: encontrar uma editora para a publicação, fazer a divulgação exaustiva e a distribuição necessária são etapas que requerem conhecimento, empenho e um pouco de sorte também.
Do que se refere a encontrar uma editora, as grandes acabam sendo inacessíveis aos escritores iniciantes. Resta a opção de produzir totalmente de forma independente ou encontrar uma editora menor que geralmente solicita que os autores assumam parte dos custos.
Passada essa etapa, começa a fase da produção, que consome um bom tempo e requer paciência. Mas neste momento, os autores estão felizes e esperançosos com a gestação de seus bebês. Tudo são flores!
É só quando a criança nasce que os problemas voltam a ocorrer porque não há divulgação suficiente para que o livro possa ter a menor chance de chegar ao conhecimento dos leitores. Acaba sendo vendido apenas aos parentes e amigos no dia do lançamento.
Acontece que, otimistas e inocentes que somos, acreditamos que haverá pelo menos uma distribuição adequada, mas a realidade é bem diferente.
E é aí que nosso bebê começa a morrer antes mesmo de ter vivido.
A única esperança talvez seja o apoio dos blogs e comunidades literárias, que resenham e divulgam as obras dos novos autores da mesma forma que fazem com os já consagrados.
Sendo assim, têm todo meu carinho, respeito e gratidão!

PE: Você teve apoio da sua família?
C: Sim, minha família me apoia bastante.

PE: Você trabalha apenas como escritor, ou tem outra profissão?
C: Tenho outra profissão. Sou responsável pela área de Comunicação de um banco de investimento. Infelizmente, neste momento, ainda não consigo tirar meu sustento da escrita.

PE: Conte um pouco sobre seus livros. De onde vem as ideias?
C: Difícil dizer como surgem as ideias. O processo de inspiração costuma vir do nada e muitas vezes isso até me atrapalha, porque tenho muitas ideias e pouco tempo para concretizá-las.
Quando surge algo novo, vem quase pronto na minha cabeça. Depois, vou só lapidando os detalhes e construindo o enredo.
É como respirar. Você não pensa sobre isso, só respira. Daí na hora de colocar no papel, penso apenas nos detalhes da construção da história e dos personagens para que fiquem muito próximo dos leitores, envolvendo-os. 
Gosto de escrever sobre temas atuais, que gerem debate e falem de questões sociais importantes. Assuntos como drogas, violência, crime estão sempre presentes, mas o plano de fundo é sempre o amor e as relações emocionais que nos obrigam a fazer escolhas difíceis e importantes.
Essa mistura de elementos se dá em razão do tipo de leitura que me atrai: policiais e romances. Meus autores preferidos são Ken Follet, John Grisham, Nicolas Sparks, Danielle Steel, Sidney Sheldon e Gabriel Garcia Marquez.
Durante o processo da escrita faço muita pesquisa porque na maioria das vezes os temas fogem da minha especialidade e assim, preciso mergulhar em outras esferas. É maravilhoso fazer essa viagem de conhecimento e descobrimento enquanto os personagens vão criando vida própria dentro de mim.
Em relação às obras, tenho dois livros publicados: "Quarto Escuro" e "O Verdadeiro Poder".

PE: Já tem outro livro para ser publicado ou escrito? Conte para a gente!
C: Escrever significa estar viva e feliz, portanto estou sempre produzindo. Determinada, não desisto nunca dos meus sonhos e dos meus ideais.
Já tenho um infantil escrito há anos, mas ainda está na gaveta. No ano passado, finalizei outro romance que no momento está inscrito em alguns concursos de obras inéditas.
No início de agosto desse ano, comecei a trabalhar no meu filho mais novo.

PE: Tem algum escritor que seja sua inspiração?
C: Acredito que sejamos influenciados o tempo todo. A literatura é uma somatória de experiências lidas e vividas que estão em constante transformação. No entanto, acho que temos tendências aos mesmos gêneros e assim posso citar algumas referências importantes: Ken Follet, John Grisham, Danielle Steel e Sidnev Sheldon. Os temas abordados por estes escritores marcaram minha infância e o início de minha imersão neste universo.

PE: Tem algum personagem favorito (dos seus livros)? Nos conte um pouco sobre ele.
C: Cada obra tem um favorito. Não saberia escolher apenas um. De qualquer forma, tenho sempre mulheres fortes como protagonistas ou exercendo um papel importante na narrativa e talvez seja essa uma característica da minha escrita.

PE: Qual conselho você dá a quem está começando a escrever?
C: Difícil aconselhar sobre algo que eu também não tenho todas as respostas. É uma escolha que advém da paixão, mas um caminho sofrido para a maioria. portanto, só posso dizer que todo escritor deve ter muita paciência e persistência para não desistir do sonho. Além disso, ler muito e estar sempre atento a tudo que acontece no segmento. Acompanhar os blogs literários e fazer parcerias também ajuda bastante. 

PE: Deixe um recadinho para convidar os leitores a conhecerem seu trabalho. 
C: Minha ambição é entreter meu leitor e espero que a leitura de meus livros cumpra seu papel: que faça rir e chorar, envolvendo a todos com os personagens e suas histórias!
Assim, convido a todos para mergulhar no meu imaginário, navegando através de conturbadas e apaixonantes histórias de amor, criminalidade, busca de sonhos e ideais!

Contatos:
E-mail: rtauloismelo@gmail.com
Site
Twitter
Facebook

Locais de venda:
Loja da autora

Amazon
Editora
Cultura
Submarino

Então por hoje é isso pessoal. Gostaram da entrevista? Já conheciam a autora? Conta aí!

37 comentários:

  1. Oi Gih,
    Bem bacana a entrevista. A autora parece ser muito gentil!!
    Fiquei curioso para ler suas obras.

    Até mais,
    http://entreserieselivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Plínio. Fico feliz que tenha gostado. =D
      Ela é bem simpática sim :)
      Abraços

      Excluir
  2. Oi! Adorei a entrevista, muito bom conhecer esta autora. Gostei muito de saber como surgiu as inspirações. :)
    beijos ♥
    nuclear--story.blogspot.com.br | Participe do sorteio no blog (aqui)!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oii Dani. Fico feliz que tenha gostado :)
      Beijooos

      Excluir
  3. Ainda não conhecia ela, mas gostei do jeito como ela respondeu as perguntas, demonstrando que realmente acredita no que faz. Vou conferir o que tem na internet sobre os livros dela.

    thoughts-little-princess.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Gih, esta entrevista ficou incrível! Adorei as perguntas e as respostas. Gosto dessa oportunidade que a entrevista nos dá de conhecer outros autores e nos identificarmos com algumas coisas.
    Quando tive 2 contos publicados numa coletânea, minha primeira publicação com outros autores, a expectativa era de que o livro estivesse nas livrarias e vendesse muito. Só depois me dei conta da enorme competição que o autor iniciante enfrenta, principalmente com os autores internacionais (quanto maior a tiragem, mais barato o livro, logo fica quase impossível 'competir' com eles pela atenção dos leitores).
    Realmente, nós, blogueiros, damos uma força para o autor. Porém, se pararmos para pensar, ainda não é suficiente. Toda ajuda é válida, mas a linha que diferencia o autor que vende muito do autor 'iniciante' é difícil de ultrapassar.
    Abraços
    http://www.benoliveira.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oiii Ben. Fico feliz que tenha gostado da entrevista. Então, a gente sempre acha que a situação vai ser melhor do que realmente acaba sendo não é? Principalmente hoje em dia em que temos muitos escritores e não temos um número tão grande de leitores pelo menos não leitores de livros nacionais).
      Os blogs são realmente ótimos. Mas com certeza é pouco ainda. Mas pelo menos é um começo. Já é alguma oportunidade. Quem sabe em um futuro, os autores nacionais também não ganhem as vitrines das grandes livrarias :)
      Abraços

      Excluir
  5. Gostei bastante da entrevista e da autora. Os autores que ela lia são os que eu lia também como Sidney Sheldon, Daniele Steel e John Grisham. Desejo muito sucesso para ela.

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oii Sil. Que bom que gostou. Eu não li nenhum desses :(
      Beijoos

      Excluir
  6. Que bacana a entrevista! Gostei :)

    http://colorful-mushrooms.blogspot.com.br/

    Beijoos ;*

    ResponderExcluir
  7. Oi, Gih!
    Não conhecia a autora. Muito simpática ela. E escreve desde novinha né?
    Desejo muito sucesso.
    Adorei a entrevista.
    Beijos
    Construindo Estante || Facebook

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oiii Eli. Simpática né?
      Fico feliz que tenha gostado. Beijoos :)

      Excluir
  8. Olá Gih!
    Muito bacana a entrevista com a Claudia. Me identifiquei com ela em!
    Escreve desde criança e chama os livros de filhos. Eu faço isso também.
    Achei-a muito simpática!
    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oiii Ane. Pois é, acredito que esse amor pelas palavras deve vir desde que somos criança. Assim temos mais tempo de aprender né? hehhehe
      Fico feliz que tenha gostado. beijão

      Excluir
  9. Oii!
    Adorei a entrevista com a autora! Muito fofa ela.
    Parabéns!
    beijos
    www.apenasumvicio.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oii Dessa, que bom que gostou. Querida ela né? Beijoos

      Excluir
  10. Que demais, Gih. adorei a entrevista. Achei a escritora muito simpática e bem pés no chão quanto a literatura nacional. sabemos que infelizmente é muito difícil ser escritor de sucesso no nosso país, mas quem sabe um dia isso muda!

    beijos
    http://mundo-restrito.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas

    1. E aí, acha que dá pra ganhar dinheiro escrevendo? Dê uma olhada nesse artigo que escrevi no meu novo blog falando sobre isso ;)

      http://entaovoceescreve.blogspot.com.br/2014/11/vale-pena-trabalhar-com-escrita.html

      Excluir
    2. Oii Ju. É difícil mesmo, mas um dia tudo se acerta =D
      Torcemos para isso :)
      Beijoos e Vá, vou lá conferir sua postagem ;)

      Excluir
  11. Olá Gih :)
    Nunca tinha ouvido falar dessa autora, achei ela super fofa!
    Adorei a entrevista, e adorei o blog também.
    Sucesso!
    http://estantedaisaa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oii Isa. Fico feliz que tenha gostado da autora, do blog e da entrevista :)
      Beijoos

      Excluir
  12. Olá! Adorei a entrevista, muito talento.
    E aí, acha que dá pra ganhar dinheiro escrevendo? Dê uma olhada nesse artigo que escrevi no meu novo blog falando sobre isso ;)

    http://entaovoceescreve.blogspot.com.br/2014/11/vale-pena-trabalhar-com-escrita.html

    ResponderExcluir
  13. Muito boa a entrevista, e que amor de de pessoa a entrevistada!
    é uma pena que O mercado da escrita é dominado por gigantes, que não dão espaço para quem estar começando!
    Mas desejo sorte pra ela!
    Bjs da Le
    Le Versos & Controvérsias

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lê. Que bom que gostou. O mercado é realmente competitivo demais , mas fazer o que né? Temos que fazer a nossa parte :)
      Beijoos

      Excluir
  14. Eu gosto tanto quando você divulga autores aqui,acho tão legal porque fico conhecendo o trabalho deles,e essa entrevista ficou ótima e que legal que a Cláudia teve todo o apoio da família dela.
    Eu simplesmente amei a forma que ela convida o leitor a conhecer a história dos livros dela(já ganhou uma aqui rsrs)
    Beijos
    http://nadadecontodefadas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oii Erika. Ah, que legal. Conheça sim e depois me conte =D
      E fico muito feliz que você goste das divulgações
      Beijoos

      Excluir
  15. Belo trabalho, Cláudia, parabéns. Gostei bastante do que a autora falou em relação à família, e pela determinação! Ser autor é isso mesmo.

    Um abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oiii Ítalo, que bom que gostou. Abraços

      Excluir
  16. Oooi,

    Não li nada da autora ainda, mas ela foi super simpatica né??
    Eu gostei muito das respostas e perguntas bem elaboradas! Torço para que um dia ela consiga ganhar a vida só com a escrita.
    Parabens pela entrevista! Sucesso para autora!



    Beijinhos,
    www.entrechocolatesemusicas.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oii Ana. Ela é sim =D
      E espero que todos nós autores consigamos isso, heheheh
      Beijão =D

      Excluir
  17. Oi Gih,
    Adorei a entrevista com a autora me identifiquei muito com várias coisas que ela citou, sobre a divulgação dos livros realmente é um caminho que requer persistência. Muito sucesso a ela.
    Beijos
    Raquel machado
    Escritora Vingança Mortal
    leiturakriativa.blogspot.com.br/p/vinganca-mortal.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oii Raquel. O caminho é quase torturador para a divulgação. mas é bom demais quando conseguimos não é mesmo? Beijão

      Excluir
  18. Oi Gih. Adorei a entrevista. Já simpatizei de cara com a autora só pelo fato dela chamar os livros de filhos, eu faço isso com os meus e olha que nem fui eu que escrevi! kkkkkk :P :P Gostei bastante das inspirações dela. Acho que é um fato de que quase todos os autores começam a escrever desde cedo. Bjoks da Gica.

    umaleitoraaquariana.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oiii Gi. kkkk, mas eles são nossos filhos mesmo né? kkk. Não importa se fomos nós que escrevemos ou não. kkkkk
      Acho que sim. eu comecei bem cedo =D
      Beijoos

      Excluir