quinta-feira, 31 de julho de 2014

A Inversão: Prelúdio, Franklin Santos


       Oi Galera. Hoje é dia de uma resenha super especial para mim. Porque além de ser NACIONAL, é de um amigo meu aqui do blog. Do Franklin Santos. Vamos conhecer?

Sinopse: Nicolas Narf é um jovem pacato, de uma cidade pacata, que possui um útil dom de decifrar mentiras quando as ouve. Sua vida dá indício de mudanças quando ele é recomendado pelo seu professor para um concurso musical , a fim de ter aulas com o maior nome em música do planeta, Angelo Paroccinio. Após o concurso, Nicolas é vítima de um sequestro com objetivos sinistros, mas é salvo pelo organizador do concurso. Certo de que há muitas coisas escondidas na história, Nicolas decide investigar o que há por trás das mentiras que ouviu de todos. Porém, a verdade se revelará um problema muito grande para um jovem comum. Ele precisará ser mais que um jovem comum.                                                                                                                                                                                                         
Número de páginas: 138                                                                     
Gênero: Ficção-Mistério                                                                     
ISBN: 978-85-8045-944-9

Resenha: Nicolas N, mais conhecido como Nilk, é um garoto do terceiro ano, amigo de Calvin. Os dois desenvolvem um método para detectar mentiras quando uma pessoa fala e Nilk, se torna muito habilidoso nisso. Utilizando até mesmo para passar em algumas provas da escola. A exceção dessa habilidade, Nicolas vive uma vida normal. Até que ele vai participar de um grande concurso musical, onde acaba sendo praticamente empurrado a passar. Nesse concurso, ele encontra a bela Raquel. Que também passa no concurso. Os dois então, vão ser alvos de uma experiencia. Mas Nilk, com a sua habilidade, consegue perceber, que há muitas coisas estranhas ali e decide fugir. Mas volta, ao lembrar-se de Raquel ainda presa naquele lugar. 
Nilk acaba descobrindo que Raquel é neta do Sr. mestre do mal e percebe que há muitas outras coisas estranhas acontecendo naquele lugar. O maestro tem planos de dominar a população. Seria uma música capaz de transformar as pessoas? E se essa música caísse em mãos erradas? Nilk então decide acabar com o perigoso plano do maestro e conta com a ajuda de Raquel, seu amigo Calvin, o pai e até mesmo alguns informantes do Sr. Angelo. 

Opinião: A sinopse do livro, não me encantou logo de cara, mas como eu conhecia o Franklin e sei que ele escreve muito bem, decidi que queria ler. E não me arrependo nenhum pouco. O livro é de uma leitura muito leve e rápida. Nilk é um personagem muito engraçado e eu ri muito com ele. Mas também tive vontade de dar uns tapas na cara dele. É o tipo de personagem principal que você gostaria de conhecer pessoalmente. Outra pessoa que me chamou a atenção, foi a Simone. Mas não posso falar muito dela para não dar spoiller. Ela tem vinte anos e é o tipo de pessoa que eu não gostaria de conhecer. Mas que merece um filme.
Uma coisa que eu adorei no livro é justamente o fato de ambientar o livro no Brasil. Eu já disse que adoro isso? Isso é literatura nacional minha gente. O Nilk é um adolescente baiano, mulato, de estatura mediana. Tenho a impressão de que o autor, olhou para o espelho para descrever o personagem principal.
 Mas eu gostei disso. Literatura Nacional, com personagens brasileiros e ambientado no Brasil é tudo o que eu queria. Tenho muita sorte de ter conhecido esse autor e esse livro. Outra coisa que me chamou a atenção e eu preciso relatar aqui, é a semelhança entre alguns livros que eu lia quando adolescente e eu gostava muito. Quem aqui acompanhava Pedro Bandeira e as aventuras dos Karas? Pois então. O estilo da narração e a própria trama é bem estilo PB, mas ao mesmo tempo é estilo FS. Eu adorei isso. Quem cresceu lendo "A droga da obediência" ou a "Droga do amor" precisa conhecer "A inversão: Prelúdio", porque com certeza vai adorar. 
Enfim, eu super indico para quem gosta de uma narrativa leve, mas inteligente e com conteúdo. Aliás, muito conteúdo. Tudo acontece muito rápido e quando você vê, perdeu o fio da meada. Sim, o Nilk é mais inteligente do que nós. Mais do que eu, com certeza. (risos). A única coisa que eu não gostei foi o fim. Que para mim poderia ter continuado. A Raquel vai embora? Não, como assim. Volta aqui. Mas andei lendo uma entrevista com o autor e parece que ele tem desejo de escrever continuações. Eu espero!!!!!

Enfim, algumas das frases mais legais do livro:


"Você é o rei do sarcasmo.
- Imperador, Calvin. Imperador." (Essa é a hora em que eu gostaria de conhecer o Nilk)


"-Olha aqui, srtª. Não Importa, eu não sei muito sobre você, mas seu tom de voz nesse momento está bastante alternado, e agudo. O que indica que você está nervosa, ou achando essa conversa muito agradável. Então a pergunta é: O que você quer comigo?" (Essa é a hora que eu gostaria de dar uns tapas no Nilk)

"-Duas coisas primo. Primeiro; nunca mais me toque de novo. E segundo, eu nunca retiro o que eu digo." (E essa é a Simone. Que eu não gostaria de conhecer, mas que merecia um filme. Ou então, outro livro).

E então galera? Curtiram? 
Quem quiser saber mais sobre o autor, Clique aqui.

16 comentários:

  1. Oii flor! Minha primeira visita aqui no blog! :)

    Ainda não conhecia esse livro! E nem o autor, eu adoro livros nacionais!
    Como você, a sinopse não me encantou, mas quem sabe lendo eu também mude de ideia?

    Beijos!
    http://traduzindo-sonhos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oii!! Origada pela visita. Pois é, esse é o livro de estréia do Franklin, mas ele se saiu muito em viu? :) Se um dia tiver a oportunidade de ler, não vai se arrepender. E que bom que vc tbm gosta de nacionais. Fico muito feliz com isso.
      Beijoooss

      Excluir
    2. Oii! Obrigada pela visita. O livro é novo e o autor também. É a estreia do Franklin, mas ele se saiu muito bem :) e se vc gosta de nacionais, com certeza vai gostar desse livro.
      Beijooos

      Excluir
  2. Oi Gih!
    A história me chamou um pouco da atenção, graças à sua resenha! Realmente a sinopse não é daquelas que nos prendem, mas pelo visto a escrita do autor é muito boa e compensa tudo.

    Beijos
    http://estantedafer.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Fe. Realmente, a história merece outra sinopse :) mais atrativa. Mas a história é muito legal e o autor, escreve muito bem. Apesar de ser o seu primeiro livro. Gostei muuuitooo!!!
      Beijoos

      Excluir
  3. Nossa, pela sinopse eu esperava uma coisa bem diferente, mas pelo visto o livro é muito divertido, hehe
    Eu meio que amei muito os quotes e agora tô querendo ler. Sem contar que referências à Pedro Bandeira é tudo de lindo <3
    Parabéns ao autor e a você pela resenha que me deixou curiosa, rs
    Beijos.

    www.missthay.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Thais. Sim, é uma história que tem um certo suspense e um mistério, mas é bem engraçado. E siiim, Pedro Bandeira é tudo de bom. :) O livro é muito bom. Se tiver a oportunidade de ler, não perca. Beijoooos

      Excluir
  4. Gih, estou grato ao máximo pela resenha e pelos comentários! :D Sim, eu sou um verdadeiro discípulo de Peter Flag(Pedro Bandeira ahaha) e esse meu livro de estréia é a prova disso. Sim, a sequência existe e vai estar disponível em outubro. Eu ficava com vergonha de admitir que Nicolas é um alter-ego mas depois de ver Dan Brown com o Langdon e Mario Puzo com Michael Corleone, sim Nicolas é uma projeção minha ahahaha (como foi bom colocar isso pra fora rs') Portanto, podem aguardar a sequência que se chamará: Alegro!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Franklin. Imagina. Eu q agradeço pela oportunidade de conhecer o livro. Fico feliz em saber que haverá continuação. Ahhhh, eu sabia do Nicolas. ahhhh. Vou largar a vida de escritora e virar analista. Ashuashua Abraços e todo o sucesso do mundo, pq vc merece

      Excluir
  5. Bem, a sinopse não me chamou muita atenção não, apesar de ser diferente. Mas sua resenha esclareceu melhor as coisas pra mim, achei interessante XD
    Haha, o Nilk parece ser engraçado msm =D Esses nacionais *-*
    Aiai, queria detectar mentiras tbm... kkk
    Beijos
    http://acolecionadoradehistorias.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. OI Carol. Sim, o Nilk é bastante engraçado :) Bah, nem me fale. Qria saber tbm, heheeh. No livro podia ensinar hein???
      Beijooos

      Excluir
  6. Bom, eu sou suspeita para falar, pois adoro livros nacionais. Fiquei super curiosa e louca para saber qual foi esse tal problema que Nicolas vai enfrentar... Espero lê-lo um dia, com certeza. (Meu primeiro comentário aqui no blog, mas já acompanho tudo na página do facebook, e decidi estender hahaha).

    Beijinhos, Gih!

    ResponderExcluir
  7. Gih!
    Tenho dito sempre que nossos autores nacionais não devem nada aos estrangeiros e pelo visto o Franklin está nesse hall.
    O livro parece genial, bem escrito, com personagens críveis e fortes.
    “Um brinde cheio de entusiasmo e sensibilidade com aquele brilho nos olhos de criança descobrindo o mundo por todos os bons sentimentos que fazem bem a alma ,um brinde exatamente aquelas emoções mágicas que nos tornam melhores,um brinde a beleza de ser um eterno aprendiz .” (Giovanni Dulor Chagas)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    Participe do TOP COMENTARISTA de Janeiro, são 4 livros e 3 ganhadores!

    ResponderExcluir
  8. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  9. O que mais me chamou a atenção foi a capa ( sou daquelas que julga o livro por ela, é triste mas... ) eu achei divina,maravilhosa hahaha, mas pela resenha pude entender bem do que se trata o livro, fiquei interessada em ler e vou procurar não só esse,mas o Alegro tbm.

    jsa.aguida@gmail.com

    ResponderExcluir
  10. Gostei bastante da leitura, bem leve, rápida e com aquela velha disputa entre o bem e o mal. Encontrei alguns errinhos de português, tanto ortográficos quanto de concordância, mas nada que atrapalhasse o entendimento da história. Então, se você curte infanto-juvenis, este livro está super recomendado

    ResponderExcluir