sábado, 10 de janeiro de 2015

Aquele moletom cinza

Oiii pessoal. Hoje vim aqui trazer um texto bem deprê para vocês, kkkkkk
Peguem seus lencinhos e vamos????


          Sabe, as vezes eu fico pensando no quanto uma coisa boba, pode ser tão importante. Boba, aliás, é apenas o jeito de falar. Desde quando alguma coisa relacionada a você é boba? Mas sabe, fico pensando, às vezes em você. E esse às vezes, significa de manhã a noite. Significa que eu penso apenas 24 horas por dia. Jamais penso em você por mais tempo.
         Nessas horas, eu penso em muita coisa. Eu lembro daquele seu sorriso bobo que sempre vinha seguido de alguma piadinha sem graça, mas que me fazia rir do mesmo jeito. Lembro daquelas suas cenas de ciúme que me faziam ficar vermelha de tanta vergonha, mas que faziam com que eu me sentisse a pessoa mais amada do mundo. Lembro da sua voz e do seu jeito de sempre falar aquilo que eu precisava ouvir. Ah e como lembro. Lembro de cada um desses detalhes. Mas lembro apenas às vezes. Apenas no tempo em que eu não estou pensando em como a gente era junto.
          De tudo que eu lembro, algumas cenas estão realmente mais vivas na minha memória. Apesar de nossos primeiros beijos, terem um significado especial para mim; são os nossos últimos momentos juntos que passam mais tempo ocupando meus pensamentos.
          Lembro daquele nosso último dia juntos, em que nós achamos que tudo seria como antes. Em que nós refizemos todas as promessas que deixamos de lado há algum tempo atrás.  Naquele dia, estava tão frio e você usava aquele seu velho moletom cinza. Nossa, como eu amava aquele moletom. E como eu o odiava por ele te deixar ainda mais lindo. Nós havíamos comprado juntos, você lembra? Isso faz tempo. E ele não tem mais a aparência que tinha há 4 ou 5 anos atrás. As imagens coloridas estão desbotadas. Assim como eu, sem você. Não tem mais cor alguma. Restou apenas o cinza.
          Eu gosto de imaginar que você usa esse moletom para lembrar de mim. Para lembrar de cada beijo que trocamos quando você estava com ele. Porque era exatamente isso que eu faria.
         Lembro desse dia, que eu estava sentada no sofá, mexendo no celular e te admirando. Você ali, na cozinha, fazendo panquecas. Já disse a você o quanto eu odeio panquecas? Eu odeio demais. Mas as suas eu sempre comi como se fossem a melhor pizza do mundo. Porque elas tinham o gosto de amor. Gosto do nosso amor.  Eu lembro que nesse dia, você terminou de fazer as panquecas e veio se sentar ao meu lado no sofá.
         - Está tudo bem? - você perguntou. - Porque essa carinha triste?
         - Não é nada. - eu respondi.
         Mas nós dois sabíamos que era sim. Quantas vezes nós já tínhamos feitos todas aquelas promessas? Pelo menos umas 10 vezes com certeza. Éramos aquela coisa de que já passou da segunda chance. Nós tivemos tantas segundas chances. Mas sempre vinha alguma coisa e nos empurrava para longe um do outro. Me pergunto que droga de destino é esse, que junta para depois separar.
         Porém, naquele dia, nós não queríamos pensar no dia da separação. Era melhor pensar que aquilo ia ser eterno. Eu, você e nossas panquecas. Enquanto a gente conversava, o pessoal do seu grupo de amigos continuava no WhatsApp. Foi então que vimos a mensagem de um deles:
        "Cara, o João e a Mônica juntos de novo. Isso me lembra tempos tão bons."
        Você então me abraçou mais forte e deu um beijo na minha cabeça. Sim, isso nos lembrava tempos tão bons. Tempos em que o nosso amor era mais forte do que tudo. Tempo em que nada podia nos separar. Mas agora, tudo era diferente.
        Me despedi de você naquele dia, com muitos planos. Planos para o resto da vida.
        No dia seguinte, você ainda estava dormindo quando cheguei lá.
        -Acabou tudo. - foi a primeira coisa que disse assim qu abriu a porta.
        -Como assim? Porque?
        -Porque nós nunca damos certos. E eu estou cansada de tentar. Não vou conseguir enfrentar toda a minha família novamente para terminarmos tudo de novo.
        Você balançou a cabeça, baixou-a e ficou ali, parado.
        -Você sabe que eu te amo não sabe? - falei.
       -Então Mônica. Não faça besteira. Você sabe que eu amo você. Por favor, me dê mais essa chance. Nos dê mais essa chance.
       -Não João. Estou cansada da gente. Cansada de correr para um lado e outro. Eu amo você ok. Mas nós nunca conseguimos ter paz.
      -Você sabe que está fazendo a coisa errada. - você disse me olhando nos olhos.
      Ao ver aqueles olhos em mim, só soube que eu precisava beijá-lo. Mas você estava relutante.
      -Por favor. Um último beijo. - eu pedi.
      -Não vou te dar um último beijo, você entende? Nunca. Pois nunca haverá um último beijo para nós.
      E dizendo isso, você me beijou como se a sua vida dependesse daquilo. E talvez, ela dependesse mesmo. Dependesse para que o moletom voltasse a ter cor.
      -A gente se encontra por aí. Em outra esquina ou em outra vida. -eu disse me afastando e sai sem olhar para trás.
Minhas lágrimas começaram a cair e eu sei, mesmo sem olhar para trás que as suas também.
                          Fim

Por hoje é isso galerinha. Gostaram??? Muitos lencinhos molhados? hahahha

Não se esqueça de comentar para participar do top comentarista e quem sabe levar todos esses prêmios para casa

Aproveite também para participar do sorteio para ganhar um livro autografado. Clique e participe para levar o livro Um Encontro Para Dois, da Cristiane Spezzaferro

Participem também do concurso cultural do meu livro Os Sonhos de Rita. As respostas serão aceitas até o dia 31-01 e a melhor resposta levará para casa um livro autografado

Participe também da enquete e concorra a um livro autografado. Clique Aqui para participar 

E para quem ainda não conferiu, nessa terça feira já rolou mais um pedacinho do meu livro. Clique e Leia

E tem mais novidade gente (esse mês serão várias). Criei o evento no facebook de pré venda do meu livro Os Sonhos de Rita =D . Então Participem e convidem os amigos :) 

40 comentários:

  1. Nossa que texto triste... Dá aquela melancolia, sabe?
    Certo, admito: eu chorei (ando tão sentimental. Não sei o que está acontecendo.)
    Você conseguiu colocar muita emoção nessas palavras. Obrigada por fazer a minha manhã mais feliz com esse texto emocionante.

    http://eueminhacultura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oiii Karina. Que bom que gostou. =D
      Também ando muito emotiva. Acho que é o tempo, kkk
      Beijooos linda

      Excluir
  2. Conheci a pessoa que julguei ser "o amor da minha vida" por causa de um moletom, aí aparece você com esse texto ! :") Nem chorei :") Magina :")

    mundoemcartas.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa Markus e eu achando que um moletom era importante só p mim :3
      Eu também chorei escrevendo, kkkk
      Beijooos

      Excluir
  3. Idas e vindas. Nada como um recomeço.
    Abração Gih.

    ResponderExcluir
  4. Oi Gih!
    Adorei seu texto... É triste mas também bonito.
    E... fiquei com vontade de comer panquecas. :/

    Beijos,
    Sora - Meu Jardim de Livros

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oiii Sora. ashuahsuahsu. E eu odeio panquecas, kkk
      Beijooos

      Excluir
  5. Q lindo Gis .
    Amei!!!
    Escreve um livro com esse enredo ;)
    Bjus!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oiii Babi. Quem sabe né? Fico feliz que tenha gostado :)
      Beijooos

      Excluir
  6. É lindo demais esse texto. Uma beleza trágica :(
    Vou ficar esperando um livro seu nesse estilo, Gih. Você escreve muito bem <3

    http://werenotbestsellers.blogspot.com.br/

    Beijão

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada =D
      Também gosto desse estilo. Se um dia fizer, te aviso, hehehhe
      Um beijão =D

      Excluir
  7. Que texto triste *u* Muito bem escrito, porém triste.
    Ultimamente eu estou fugindo de drama pq choro demais alksdjfslkdf
    Moletom poderoso, haha.
    Beeijos!
    http://masenstale.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oiii. Também sofro demais, kkkk. Mas gosto. Vai entender? kkkkk
      Beijooos

      Excluir
  8. Oi, Gih!
    Não faz isso! Ando emotivo por vários motivos e claro que me comovi com o texto. :x
    Sei bem como é sentir-se como a protagonista sentiu. :(
    Abraço!

    "Palavras ao Vento..."
    www.leandro-de-lira.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oiii Leandro. Também sei, ashauhsuahsu. Também estou meio emotiva. Mas passa. ou não :3
      Abraçoooos

      Excluir
  9. Que triste esse texto, mas gostei.
    Ahh, já assisti o Candidato Honesto, haha. Quando se fala em filme nacional eu assisto a maioria.

    http://colorful-mushrooms.blogspot.com.br/

    Beijoos ;*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oiii Thais. Que bom que gostou. Sério? que legal =D
      Eu também :)
      Beijooos

      Excluir
  10. Nossa, que triste. :\ Me fez lembrar uma situação semelhante que passei há um tempo atrás... prefiro nem comentarrrr.
    Mesmo assim, adorei o texto. :) Ai, que aperto no peito. :\ kkkk

    Abraços,
    http://universoliterario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oiii Fran. Duas então, hehehhe
      Beijoooos

      Excluir
  11. E parece que tristeza e beleza às vezes se encontram, sentam e tomam um café juntas (com panquecas rss).

    Que lindo (e ao mesmo tempo triste) seu texto! Parabéns Gih!

    http://joandersonoliveira.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muitooo obrigada. Acho que a tristeza e a dor tem sua beleza :)
      Beijooooss

      Excluir
  12. Olá!

    Nossa, que melancólico! Não sei se choro ou se aplaudo, acho que dá pra fazer os dois! rs

    resenhaeoutrascoisas.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Awon, pode fazer os dois sim, heheheh
      Beijoooos

      Excluir
  13. Acho que acabei meus lencinhos,logo hoje que estão tão sentimental leio um texto desse que me fez acabar meus queridos lencinhos rsrs,mas valeu super a pena ter lido,mesmo que seja triste é algo bom de ser ler.
    Esse moletom.......se bem onde eu moro nunca vi ninguém usando moletom rsrs.
    Beijos linda
    http://nadadecontodefadas.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oii lindona. Sério??? Aqui o que mais temos são moletons, hehehe. RS não é fácil =D
      Mas fico feliz que tenha gostado e tenha te emocionado. É uma história triste. Mas linda <3
      Beijooooos

      Excluir
  14. Seu texto está lindo, o fato de ser meio triste não o desvaloriza, a beleza independe do resto, é belo e pronto!
    bjus e Bravo!!!!!
    Achei lindo o moletom, já estou com saudades do outono e do inverno!
    bjus
    http://www.elianedelacerda.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oiii Ely. também estou com saudades :)
      E do moletom também, kkkkk
      Eu acho a tristeza, uma coisa muito bela :3
      Que bom que gostou. Beijoooos

      Excluir
  15. Oiee ^^
    Gente, é pra acabar mesmo. Já estava meio pra baixo e você me vem com esse texto maravilhoso :'(
    Adorei ♥ principalmente a última fala ♥
    MilkMilks
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Awon Dry, que bom que gostou =D
      Desculpa por ter te deixado mais triste :3
      Beijão

      Excluir
  16. Ai essas linhas quebraram meu coração. É tão triste e tão lindo ao mesmo tempo. Amei <3

    Beijos
    Passaporte Literário

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oiii Jhey, que bom que gostou. E desculpe por isso, hehehhe
      Beijoooos

      Excluir
  17. Oii Gih!
    Ai que texto lindo! Triste, mas lindo!
    Bjs

    http://a-libri.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oiii linda. Obrigada. Acho que há beleza na tristeza =D
      Beijooos

      Excluir
  18. Gih! Assim não vale, me segurei pra não chorar! E eu aqui lendo e ouvindo uma música que deixou o seu texto tão mais romântico e triste! (No words - The Script) Amei o texto, já disse que amo o jeito que você escreve, né? Me apaixonei com esse texto! Sério mesmo! Parabéns Gih, por ser essa autora incrível! Adorei todas as palavras desse texto! Bjos <3

    http://www.mar-de-ideias.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oiii minha linda. Nossa, muito obrigada por esse carinho <3
      E desculpe por te fazer chorar :3 Mesmo assim, fico imensamente feliz que tenha gostado. Um beijão enorme =D

      Excluir
  19. Aquele momento que você tá todo sentental e encontra um texto desses :'(

    Não faz isso comigo! Me comoveu, e olha que não me comovo fácil </3

    Abs,
    Jhonn.

    www.nemteconto.org

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Awon Jhonn, que bom que gostou. Me senti honrada então =D
      Beijooos

      Excluir
  20. Oi Giih passei uns dias sem comentar porque eu tava na casa de minha avó, gosto muito do seu blog e já comentei todos os outros posts que eu tinha perdido viu, e este ta incrível vamos chorar né...
    Abraço
    http://www.umcontoliterario.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oiii Pedro. Que bom que gostou e que gosta do blog. E como foi o passeio na sua vó? Só de férias hein? Abraçooos

      Excluir