sábado, 3 de janeiro de 2015

Dias Perfeitos - Raphael Montes

Oiii pessoal. Primeira resenha de 2015 e resenha negativa. Aiaiaiiaiaia. É tão ruim falar mal de livro nacional... Mas vamos lá né???

Alguém aqui gosta de um bom psicopata? Então confere a resenha desse livro que é de um... não, não é não. Mas confere assim mesmo.
Título: Dias Perfeitos
Autor: Raphael Montes
Páginas: 280
Sinopse: Téo é um solitário estudante de medicina que divide seu tempo entre cuidar da mãe paraplégica e examinar cadáveres nas aulas de anatomia. Durante uma festa, ele conhece Clarice, uma jovem de espírito livre que sonha tornar-se roteirista de cinema. Ela está escrevendo um road movie sobre três amigas que viajam em busca de novas experiências. Obcecado por Clarice, Téo quer dissecar a rebeldia daquela menina. Começa, então, uma aproximação doentia que o leva a tomar uma atitude extrema. Passando por cenários oníricos, que incluem um chalé em Teresópolis e uma praia deserta em Ilha Grande, o casal estabelece uma rotina insólita, repleta de tortura psicológica e sordidez. O efeito é perturbador. Téo fala com calma, planeja os atos com frieza e justifica suas atitudes com uma lógica impecável. A capacidade do autor de explorar uma psique doentia é impressionante – e o mergulho psicológico não impede que o livro siga um ritmo eletrizante, repleto de surpresas, digno dos melhores thrillers da atualidade. Dias perfeitos é uma história de amor, sequestro e obsessão. Capaz de manter os personagens em tensão permanente e pródigo em diálogos afiados, Raphael Montes reafirma sua vocação para o suspense e se consolida como um grande talento da nova literatura nacional.



Minha opinião: Vamos lá. Téo é um cara, que estuda medicina e é meio esquisito e que não gosta de ninguém. Ele apenas é um bom filho, pois acha que é assim que deve ser. Nunca beijou, nunca fumou, nunca bebeu, nunca transou, nunca nada. Mas um dia, em uma festa, conhece Clarisse. Clarisse parece ser o oposto dele. Extrovertida, beijoqueira, alegre, bêbada. E por algum motivo, Téo gosta daquilo. Ela dá um beijo nele e ele se apaixona, mas ela vai embora. Depois disso, Téo fica louco para ficar com ela. Mas ela manda ele se fu... Ele insisti, bate a cabeça na parede, faz um berreiro, mas ela continua dizendo que não. Ele então revoltado com o desprezo, a sequestra e a leva para uma viagem de torturas, sedações e loucuras.


E essa viagem passa por vários locais e primeiramente a uma pensão de anões. Por isso, eles na capa.

Já sei o que você está pensando. Que o livro é maravilhoso. Sim, porque a premissa dele é maravilhosa. Um psicopata torturador da mulher que ele acha que ama. Que máximo!!! Isso é tudo o que eu preciso ler!!! Foi o que pensei.
Mas não!!! Não é o máximo! Aliás, de máximo, esse livro só teve a divulgação.

Eu quis muito ler esse livro, porque vi uma resenha muito bacana, um book trailer, uma entrevista, um artigo no jornal e tinha achado a premissa maravilhosa, já que amo vilões. 

Mas o Téo, não é um vilão. Ele é só um transtornado. Se você entende de psicopatas tanto quanto eu juro que um dia eu faço tratamento, mas ainda não , sabe que eles são inteligentes. Planejam tudo e não sentem culpa. Vilões do tipo Coringa. Mas o Téo, é um só um assassino burro. 

Quer que eu explique melhor?
Alguém aqui já olhou todas as temporadas de Supernatural? Pois é, pensem no Crowley e na Abddon. Ótimos personagens não é? Agora pense em Metatron. Uma droga não é? Pois é nessa categoria que eu encaixo o Téo. Ele não é convincente. Foi uma grande decepção esse personagem. 
E depois tem a Clarisse. Meus deuses, onde foram arranjar uma personagem tão burra? Sinceramente, ela e o Téo se mereciam. 

Acho que a ideia do livro, foi brilhante. Mesmo! A premissa é maravilhosa. Mas não funcionou. Os personagens não funcionam nessa história. Eles mais pareciam um marido mandão e uma mulher submissa. 

A história tem mais furo que uma peneira. Tudo aparece quando eles precisam e somem também quando não precisam mais. As coisas surgem assim, do nada. Um exemplo, é quando eles estão em uma ilha deserta, sem nada e de repente, a Clarisse acha um carrinho de mão. Ah? Onde? 
Os sedativos estavam acabando logo que a viagem começou, mas eles viajam por muito tempo e o sedativo não acabava nunca, mesmo o Téo usando o tempo todo. 
A Clarisse cabe em uma mala, como uma roupa qualquer. Não funciona. E o livro inteiro é assim. 

Eu sabia que muita gente estava reclamando do final, mas como sempre sou do contra achei que ia gostar. Mas não. O fim é o pior de todos. Ridículo. É um fim amador. Fim de quando não há como acabar uma história e então o autor faz acontecer a coisa mais ridícula que poderia acontecer. Sério! Super sério!

E o autor pôde salvar a história. Três vezes. A primeira chance é quando Clarisse resolve agir. Mas não. Porque o livro precisa ser bom? Não precisa né. Outra chance que ele teve para isso, é quando acontece uma cena linda no mar . Não vou dar spoiller, mas se o Raphael terminasse ali o livro, ele teria salvo a história. Mas não! Vamos estragar um pouco mais, porque tem mais 100 páginas pela frente.

Daí, o Téo resolveu que pela primeira vez, ele ia agir como um psicopata. E palmas. A cena foi muito boa. Eu finalmente via ali um vilão de verdade. Mas ai, infelizmente já não adiantava mais. E depois, há nova chance de arrumar o livro em um carro. Mas não! Vamos estragar mais. E aí o livro termina, assim. 
Não me entendam mal. o livro não termina sem fim. Pelo contrário. Se ele terminasse sem um fim, o Raphael teria me impressionado. Mas o livro termina como a vida acontece. Explicando tudo, como se nós, os leitores, fossemos seres retardados que não entendem uma história. Afz, droga. Desculpa a revolta galera. Geralmente minhas resenhas são tranquilas. Mas eu estou brava. Muito brava! Paguei uma fortuninha nesse livro, deixei de comprar outros, abandonei leituras atrasadas para isso, o autor estragou uma ideia maravilhosa. Mas ok. Já passei ele para a frente e troquei por outro.

Depois tem o fato de que os diálogos, são escritos com aspas. Porque? Porque, me diz? Aspas pra mim, é pensamento. 
E tem também, um ser detestável nesse livro, que é a moça do sex shop. Posso matá-la?

Eu realmente estava com medo de fazer essa resenha, porque eu detestei, DETESTEI o livro. A única coisa que posso falar para defender o autor, é que a ideia dele é brilhante mas teria que escrever um novo livro e que ele ( o autor) é assustador. Vejam o book trailer e entendam o que quero dizer.  

Só assisti depois de ler o livro e passei a ter medo do autor. Medo de fazer essa resenha. Medo de que ele me colocasse em uma mala. Gente, eu sou pequenininha. 

Mas deixo aqui claro que toda a minha família está avisada e se acontecer alguma coisa comigo, eles já sabem quem devem procurar. 

Brincadeiras a parte ou não, acho que é uma boa leitura para quem não se importa com histórias... Não gente, não sei para quem eu indicaria o livro.
Mas como eu li uma vez, todo livro tem o seu leitor. E "Dias Perfeitos" com certeza também deve ter. Infelizmente esse leitor não fui eu. 
Mas como sempre digo, todo livro nacional merece ser lido. E se você procurar, certamente vai encontrar resenhas positivas. 
Então fico por aqui, pois já falei critiquei demais. 
Mas e você? Já leu? 

Assistam o book trailer. 




Não se esqueça de comentar, para participar do top comentarista e levar para casa todos esses prêmios. :) O leitor que mais comentar nas postagens desse mês, leva esse presentão :) . Importante: Só vale um comentário por postagem

E também tem concurso do meu livro rolando. Enviem suas respostas até o dia 31-01. A melhor resposta vai levar um livro autografado

56 comentários:

  1. Oi, eu ainda não li mas já vi taaaantas resenhas positivas sobre ele, parece ser o sucesso da literatura nacional.
    Para ser bem sincera, te digo para não temer fazer resenhas negativas quando achar necessário, a sua resenha até me deixou mais curiosa para ler o livro, acredita? Para comprovar tudo o que você disse.
    Talvez ainda não tenha lido o livro por achar a premissa muito parecida com a de O Colecionador, do John Fowles (e como eu já li um livro do Fowles e li uma resenha que contava o final da história, não me interessei mais por O Colecionador).

    Sorteio O Livro do Bem: petalasdeliberdade.blogspot.com .

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mari, fui ver sobre o livro que vc disse. Como assim??? A premissa é quase igual, hahahhahah. Já desisti de ler O Colecionador, pq se for tão ruim quanto isso, qro distância. Pior que a premissa é boa né??? eu acho
      Sabe que eu adoro a literatura nacional, mas o Raphael nesse livro, foi só nome mesmo. Mas ainda vou dar chance a Suicidas que dizem que é muito melhor :)
      Vamos ver =D
      Beijooos

      Excluir
  2. Boa dica de leitura,
    esses opostos que se atraem, é sempre muito louco. Gostei da dica. ♥ *-*
    Sinceramente Blog

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se ler, espero que goste, pois eu odiei :(

      Excluir
  3. Oi, Gih! Nossa, mesmo com sua resenha negativa, nao indicando o livro, eu me interessei kkkkkk Sei lá, a premissa é realmente legal e mesmo sabendo que não é bom eu gostaria de ler pra saber o que acontece!
    Bjo

    mundoemcartas.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oiii Markus. Sei como é isso, kkk. Acontece direto comigo. Mas não vá com sede ao pote. E só um aviso. Se ele não fosse nacional, eu diria para que vc não lesse, pois não vale a pena. Entendeu né??? kkkkk
      #meiapalavrabasta :3
      Beijoooos

      Excluir
  4. Olá, Gih.
    A premissa é realmente muito boa e foi ela quem me interessou, mas é uma pena que não cumpre com o prometido. Agora fiquei com um pé atrás sobre ler ou não.
    Adorei a resenha. Bem sincera.

    M&N | Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso top comentarista de janeiro. Você escolhe o livro que quer ganhar!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oiii. Que bom que gostaram da sinceridade. Confesso que dessa vez fiquei com um medo de ser tão sincera, hahahha. Já imaginaram eu dentro de uma mala???? Não!!!!!!
      Bem, se decidir ler, não vá com expectativas. Esconda-a embaixo da cama =D
      Beijooos

      Excluir
  5. Oii Gih! Tudo bem?
    Nunca tinha lido nenhuma resenha do livro, e no momento não tenho vontade de ler ele (agora menos ainda rsrs)...
    Essa coisa das coisas aparecerem e sumirem me lembrou desenhos animados rsrsrsrs...
    Bjs

    http://a-libri.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hhahah, não é bem desenho animado, mas os furos na história se assemelham, kkk
      gente que tá machucada e aparece curada do nada e por aí vai :3
      Beijooos

      Excluir
  6. Olá Gih, já falamos sobre o livro e sei o quanto você não gostou dele. Antes eu tinha muita curiosidade em ler ele. Mas fiquei realmente desanimada. Gostei bastante da sua resenha e ri litros haha. É horrível quando pensamos que o livro vai ser maravilhoso e parece que caímos de pára-quedas em tantas ilusões. A premissa parece ser bem interessante, mas que pena que o autor não soube levá-la para algo muito mais melhor. E não há nada pior do que um psicopata idiota ¬¬ haha.
    Mas enfim, adorei sua opinião e sua resenha.
    Beijos e sucesso.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oiiii linda. Fico feliz que tenha gostado da resenha apesar de tudo :)
      Pois é, com vc eu desabafo todas as minhas críticas literárias antes de vir aqui, kkkkk. Se não for forçada a ler esse livro, não leia. kkkkk
      Ngm merece né??? eu gosto dos inteligentes :3
      beijooos

      Excluir
  7. Poxa, você tem a primeira resenha negativa sobre esse livro! Já li várias e todos amaram... Enfim, ainda tô com vontade de ler, mas é bom ver um ponto de vista diferente pra não ir com expectativas demais!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oiii Isabel. Pois é, as vezes acho que o problema foi comigo. Mas esse achar logo passa, kkkk
      Bem, leia se tem vontade, mas expectativa 0 , ok? =D
      Beijooos

      Excluir
  8. Poxa, que pena que você não curtiu o livro. Acabei de ler uma resenha positiva dele e agora estou realmente confusa se devo ler ou não :C

    Beijos,
    Caroline, do criticandoporai.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oii Carol. Se quiser, leia e tire suas conclusões, afinal gosto é gosto né??? depois me conta se ler =D
      Beijooos

      Excluir
  9. Eu nunca fiz uma resenha negativa, acho muito complicado de escrever uma coisa ruim, parabéns por ter conseguido, sei que deve ter sido complicado pra você também. Eu adorei a ideia do livro, parece ser perfeita, e capa também é linda, apesar de um pouco assustadora, mas me decepcionei. Eu não li nenhuma resenha desse livro ainda, a sua foi a primeira, e apesar de ser negativa gostei muito, você foi muito sincera com seus leitores e eu amei isso! É como você disse cada um tem um tipo de livro que gosta. Eu não sei se gostaria desse livro, ele parece ser muito forte, ter uma tortura mental grande. E sim o autor meio que assustou nesse trailer...
    Adorei o post! Bjoos :**

    http://www.mar-de-ideias.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oii. Fico feliz que tenha gostado :)
      O autor é assustador né??? É muito difícil sim, falar mal. Mas a sinceridade é muito importante com os nossos leitores né? Eu acho, pelo menos =D e pelo visto você também :)
      Beijooos

      Excluir
  10. Depende de livro piscopata rsrs mas eu leria sim flor, mas lendo a resenha não me animei ler ele não rsrsr corajosa kkk
    flor tem post novo, poderia ver?
    magrafelizpensa.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oii. kkkkk
      né??? ashuahsuah, beijooos

      Excluir
  11. Resenha negativa?? Meu deus, fiquei assustada agora porque sempre que lembro desse livro eu tenho uma vontade IMENSA de relê-lo.
    Bom, tenho que concordar que as coisas surgiam do nada mesmo quando eles precisavam, só que a garota era pequena, e dependendo da mala, dá pra caber sim kkk
    Poxa, que pena que você não gostou. Não achei o final tão absurdo, na real eu nem esperava por ele, e foi uma tátíca inteligente do autor. O Theo poderia ir parar na cadeia ou fugir, assim como naturalmente aconteceria, mas ele resolveu abusar e usar algo que beneficiasse o personagem que nem merecia isso, mas é o que psicopatas espertos conseguem pra se safar. Não que ele tenha sido esperto nesse quesito, só deu MUITA sorte. Mas enfim.. não é sempre que os livros nos agradam né, e você expôs bem seus motivos pra não ter gostado

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com.br/
    Tem post novo no blog de "A Lista de Brett", vem conferir!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oiii carol. Reler??? Cê tá maluca?kkkkkk. nem com a ameaça de uma agulha com sedativo, eu leria novamente, kkkk
      Mesmo assim, é bom que vc tenha gostado. Que bom que o livro te agradou :)
      Sei lá, sobre a mala. O Raphael deu uma entrevista (propaganda) dizendo que cabia sim, que ele já tinha feito isso. Tá. Bem, vou tentar, já que tenho o tamanho dela, mas duvideodó. E a mala que ele usa é bem pequena, vc viu a entrevista???
      Mas como eu disse, opiniões são opiniões né? E que bom. O que seria de nós escritores se todos os leitores gostassem dos mesmos livros??? =D
      Beijooos

      Excluir
  12. Alguém falou em Vilões?
    Gih, se o livro é tão ruim então no próximo o autor vai melhorar e muito (oremos para isso). Histórias ruins acontecem, e não é por culpa do autor totalmente, às vezes são por aqueles que fazem o marketing. Livros são como filme, quanto mais "execelente" e "melhor do ano" mais para as colinas eu corro. Acredito que se fossem honestos poderiam ganhar mais fama por uma singela publicação do tipo "okay", sabe? Como filme que a gente vê só uma vez e já mais que suficiente.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. K, pior que esse não é o primeiro :(
      Mas tenho fé de que o anterior, Suicidas, seja melhor. Oremos!!!!
      O marketing estraga muitas vezes K. Mas nesse caso, também foi o autor, que quis plantar de mestre dos magos, fazendo mágicas. Eu já coloquei alguém dentro de uma mala, eu já.... ah vá..... kkkk. olha eu aqui indignada. isso é muito raro. kkkkk
      Pior. Vou começar a correr desses melhores do ano também. tá louco, tá louco. Só decepção :(
      Pior é que eu quase penso que o problema é comigo. Mas esse pensar logo passa e eu vejo que o problema não é comigo não. kkkk
      Abraços K

      Excluir
  13. Oi, Gih! Poxa, eu tinha bastante vontade de ler o livro, mas agora não sei mais se lerei... Fiquei com um pé atrás! rs Ei, sério que o Téo é um assassino burro? Gente, como assim? Todos os psicopatas/assassinos dos livros que já li são extremamente inteligentes! Enfim, achei sua resenha bem sincera! Gosto de resenhas sinceras! rs

    Abraço

    http://tonylucasblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oiii Tony. Pois é, eu também só conhecia os inteligentes, até conhecer o Téo :( . Decepção :(
      Fico feliz que tenha gostado da sinceridade. Dessa vez, deu até um medo de ter sido sincera demais, mas enfim, hehehhe :3
      Abraços

      Excluir
  14. Nossa Gis, eu tenho tanta vontade de ler esse livro...
    Vou ler só por curiosidade, tem gente q diz q é o máximo.
    Mas cada um tem sua opinião.
    Gostei mt da resenha amiga =)
    Bjus!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oiii Babi. É sim. E ainda bem né? O que seria de nós, autores, se todos os leitores gostassem apenas de um estilo??? :3
      Se quiser, ler, leia. Mas vá já avisada, kkkk
      Beijooos linda

      Excluir
  15. Oi, Gis!
    A-D-O-R-O resenhas revoltadas! Acho que elas são mais sinceras do que aquelas que ficam elogiando a todo instante sempre com as mesmas palavras chatas. Confesso que essa é a segunda resenha desse livro que leio. A primeira foi positiva, e até me fez ter curiosidade de lê-lo. Mas daí... Vem você apontando TODOS os erros e só me restou gargalhar aqui. Porque eu SUPER entendo que cada um tem as suas preferências. Simplesmente a-m-e-i a forma como você fez essa resenha, me prendeu logo no começo! Adorei o fato de você, por exemplo, tentar dizer onde o livro poderia ter terminado. Só espero que, depois disso, você continue inteira!

    Love, Nina.
    http://ninaeuma.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oiii Nina, hahhaha. Mas todos os meus amigos e familiares estão avisados, kkkkkk
      Pois é, eu confesso que estava com um receio de fazer essa resenha, como disse, sou pequena, vai que algum revoltado queira me colocar em uma mala??? kkkkk. Mas enfim, saiu, e no final, teve até gente que ficou curiosa justamente por isso, kkk
      Fiz até bem para o livro :3
      E fico feliz que vc tenha curtido a resenha, e que ela tenha te prendido =D
      Um beijão

      Excluir
  16. Oi, Gih! Acho que vou ler por curiosidade! Gostei muito da sinceridade na resenha! O importante é falarmos o que realmente achamos sobre tal coisa! Vou ler porque fiquei extremamente curiosa! Quem sabe a minha opinião não é diferente da sua, né? Depois te falo se gostei! :) Beijos <3 http://gostosdeadolescentes.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oiii Isa. Opiniões podem ser bem diferentes mesmo e que bom né??? heheheh
      Se ler, me conte o que achou depois =D
      Beijooos

      Excluir
  17. Oi Gih. Adorei a sua resenha, gosto porque você é sincera. Não gostou, não gostou, não tem meias verdades! Não vou mentir para você sou louca para ler esse livro. Já li diversas resenhas positivas sobre ele, falando super bem mesmo, tipo dizendo até que o autor é genial. Mas agora depois de ler a sua fiquei com certo medinho de me decepcionar com ele. Sempre que você diz que um livro é bom, quando leio acho bom mesmo. Nossos gostos meio que se parecem, então por isso o receio. Mas se um dia aparecer a oportunidade da leitura acho que darei uma chance a ele, vai que né... kkkkk :P :D Bjoks da Gica.

    umaleitoraaquariana.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oiii Gi. Genial só a ideia mesmo Gi. Mas gosto são gostos né? Se você ganhar o livro, pegar emprestado, ou te obrigarem com uma arma na cabeça, kkkk (brincadeirinha), leia sim e depois me conte .
      Sinceridade é tudo aqui no blog <3
      Beijooos Gi =D

      Excluir
  18. Oi, Gi! Assim que li que a resenha seria negativa fiquei bastante curiosa, já que até então só tinha lido comentários posivitos sobre esse livro. Gostei demais da sua resenha, você foi completamente sincera e isso é muito bom. Apesar de você não ter gostado do livro, ainda tenho vontade de lê-lo, para tirar minhas próprias conclusões sobre. Beijos!

    http://frases-perdidas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oiii Gabi. Se tem vontade, leia sim. Afinal, gostos são gostos né??? Depois me conte o que achou, ok? Beijooos

      Excluir
  19. Resenha maravilhosa essa em!!
    Um arraso, fiquei bem curiosa.

    Tudodiferentecomsamaralima.blogspot.com.br/
    Instagram - @samaralima_03

    FELIIIZ 2015! <3

    Um beijo! <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Samara, que bom que gostou. Não fique com muita expectativa não :(
      O livro é muuuuitooo ruim. Beijooos

      Excluir
  20. Oi Giih coo você ta? gostei desta resenha e estou muito ansioso para a chegada de seu livro
    Abraços
    http://www.umcontoliterario.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oii Pedro, estou bem e você? Que bom que gostou da resenha e fevereiro já tá aí =D
      beijooos

      Excluir
  21. Gih! Adorei a forma engraçada como vc escreveu a sua resenha, tira bem o peso de ter que fazer uma resenha negativa. Mas a gente sabe que nenhuma obra vai agradar a todos, então não se preocupe! Antes, leria esse livro pela divulgação que foi dada a ele, mas vendo agora, não é o meu estilo favorito, não sou fã de psicopatas e, como já sei o final, sei que não iria curtir a leitura também :(
    Beijos!

    www.bibliophiliarium.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oiii Tici. Que bom que você gostou. E tentar levar de forma engraçada, as vezes é a melhor opção né? que bom que vc gostou :)
      E divulgação teve bastante né? eu esperava bastante, pena que ele me decepcionou :(
      Beijooos

      Excluir
  22. Estava ansiosa pela sua resenha. Acabei de ver uma retrospectiva onde o livro aparece como o melhor nacional hehehe. Realmente pela premissa dá para crescer as expectativas e esperar uma coisa muito boa da história, mas que pena que para você não funcionou. O pior é que depois ficamos nos sentindo um ET. Me senti assim com A culpa é das estrelas, todo mundo amou, menos eu, não consegui derramar nenhuma lagrima, nem me emocionei em nenhum instante e em todas as resenhas que li o livro era perfeito. Se tiver a oportunidade lerie para tirar as minhas conclusões, mas só se conseguir emprestado, porque não vou gastar dinheiro com ele não hehehe

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oii. Pois é, nem me fale. Mas olha só, vc não é mais um et sozinho, ahsuhaushua. Também não curti A Culpa á das Estrelas. O livro, eu desisti nas primeiras páginas e o filme... nem uma vontadezinha de chorar :(
      Mas afinal, gostos são gostos né? kkk
      Beijooos

      Excluir
  23. Bah, nunca tinha ouvido falar desse livro, mas a capa e a sinopse me pareceu tão interessante. '-'
    Não sou muito fã de thrillers, mas achei interessante, só não entendi muito bem o book trailer hahahahha
    Beijos!

    vicioliteral.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oiii Sara. A ideia era usar o autor como propaganda. Como algo assustador. E nisso, eles foram felizes, pois me assustou mesmo. Pena que o livro foi só propaganda enganosa. E a mala, bem , o personagem usa essa mala para transportar a outra personagem. tá bom né!!!! Se eles dizem :(
      Beijoooos

      Excluir
  24. Olá Gih,

    Pena que você não tenha gostado. Realmente, é impossível agradar a todos. De todo modo, obrigado pela leitura e pela resenha do meu livro.

    Abraços do

    Raphael Montes

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Raphael. Com certeza é impossível agradar a todos. Mas que bom que os gostos são diferentes não é? Afinal, o que seria de nós, autores se todos gostassem da mesma coisa?
      Fiquei muito feliz com a sua vinda até o blog e feliz pela sua atitude em entender. Um grande abraço =D

      Excluir
  25. Primeiramente essa capa já me chamou atenção,e esse cara da historia parece até comigo que nunca fez nada rsrs.Mas que pena o Téo não ser como coringa(amo ele) e que chato um livro ter um fim amador,fico super decepcionada quando leio um livro que o fim seja assim.
    Ótima resenha como sempre <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oiiii Erika. hahha, nem me fale. Coringa amo demais <3
      Beijoooos

      Excluir
  26. Meniiiina, olha, vou te falar: minha primeira impressão desse livro n foi nada demais. É um tema q n estou acostumada a ler e a sinopse n me agradou de cara. Aí o treco começou a fazer MUITO sucesso, todo mundo falando bem e eu pelo menos tinha me decidido q se tivesse a oportunidade, leria o livro. Quero mais não, Gih! Kkkkkk
    Bjs
    http://acolecionadoradehistorias.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. hahahahah. Não indico muito n. Deu p ver, hahahha. Mas se n tem curiosidade, nem leia :3
      Beijoooos

      Excluir
  27. Eu achei Suicidas sensacional e por isso logo emendei com Dias Perfeitos, e que decepção. Apesar de curto foi uma leitura que durou mais de uma semana, de tão desestimulante. Principalmente quando foram para Ilha Bela. Pura encheção de linguiça aquela parte. E o final foi revoltante mesmo. Estou ansioso para ler O Vilarejo e desempatar com o Raphael.

    Exatamente, o livro vende porque tem público. Compra que quer. E além disso ela não está concorrendo à uma cadeira na academia brasileira de letras. O livro não tem pretensão de ser alta literatura. Agora se as pessoas não curtem livros comerciais, deveriam atacar então os best selelrs de um modo geral. Crepúsculo, 50 tons, o Código da Vinci, Nicholas Sparks, tudo estaria no mesmo caldeirão. Se fosse numa revista tudo bem? Mas livro não pode? Livro é um produto, como qualquer outro.

    http://porquelivronuncaenguica.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  28. HAHAHAHA ri alto aqui!
    Sinceridade que transborda, hein? Enfim, se você é pequenininha, acho que ainda dá pra continuar com medo de ser enfiada em uma mala :p
    Curti o book trailer e esse livro até está entre meus desejados do Skoob, mas depois dessa resenha comecei a repensar, viu?
    De fato, não curto personagens burros e esse tanto de furo aí que você citou com certeza me irritaria muito

    Beijos,
    Kemmy - Duas Leitoras

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Kemmy, ahhaha, sinceridade é a ordem aqui no PE. Mas sei que quando escrevi, peguei meio pesado, mas estava chateada sabe? Me decepcionei muito :3 Ainda bem que sou pequenininha, mas moro longe, longe, bem longe kkkk
      Beijoos

      Excluir
  29. Poxa, comparado a você eu ADOREI o livro. Vi problemas sim, mas gostei muito do personagem. Essa é a impressão que nós temos, de que vilões são sempre muito inteligentes e articulados, quase como uma coisa sobrenatural e não é bem assim. É só ligar a tv, olha quanta gente louca existe por aí sequestrando, matando, estuprando? São pessoas "normais", com uma inteligência normal. Isso foi algo que aprendi lendo Eu Vejo Kate. Tudo bem que lá ela falava sobre serial killers, mas acho que também serve pra outros casos.
    Eu particularmente gostei do final. Não é o felizes para sempre né?! Mas curti.
    O que eu não gostei nada foi a moleza da Clarice. Ela era MUITO pacífica. Isso foi muito errado... Também não gostei de quando o autor tentou uma reviravolta com a vingança dela... Fora isso, achei bem bacana e lerei outros do Raphael. Acho que ele escreve muito bem e fico muito feliz de ver alguém assim no nosso país fugindo do romance/fantasia <3
    Li há pouco tempo, logo menos deve sair resenha dele no blog :)


    (Carol)
    Conhece o nosso blog? ourbravenewblog.weebly.com
    Estamos sempre retribuindo visitas e comentários de amigos blogueiros :)

    ResponderExcluir